nsc
santa

Homicídio

Mulher vítima de violência doméstica mata o marido e chama a polícia em Itajaí

Ela ligou para pedir ajuda e confessar o crime

20/04/2021 - 09h22 - Atualizada em: 22/04/2021 - 14h00

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Homem morreu no local
Homem morreu no local
(Foto: )

Uma mulher de 36 anos matou o próprio marido a tiros na madrugada desta terça-feira (20), em Itajaí, e alegou legítima defesa por sofrer agressões. Ela ligou para a Polícia Militar, confessou o crime e foi presa em flagrante. Os dois eram casados há 20 anos. 

> Acesse para receber notícias do Vale do Itajaí pelo WhatsApp

A vítima do assassinato era natural de Jaboticabal/SP e também tinha 36 anos, segundo o Instituto Geral de Perícias (IGP).

Os policiais foram acionados por volta das 2h20min e seguiram até o imóvel do bairro Santa Regina. A solicitante contou que teve mais uma briga com o companheiro e que como havia armas dentro de casa, ela disparou cinco vezes enquanto ele dormia, de acordo com as primeiras informações da PM. 

Na sequência, pegou os filhos e foi para a casa do irmão. Ainda de acordo com as informações que ela passou à PM, a união estável durou 20 anos, mas com constantes ameaças e agressões. A mulher, inclusive, já havia registrado ao menos um boletim de ocorrência por violência doméstica em 2016. O homem também possuía passagens por outros crimes como porte ilegal de arma e tráfico de drogas, segundo a PM.

> Pai que matou a própria filha em Rodeio tinha histórico de violência doméstica, diz polícia

Horas antes do assassinato, ele teria agredido a companheira, tentado violentá-la e ameaçado a ela e a filha mais velha com uma pistola calibre 45 e uma arma de choque. No local, a PM apreendeu duas armas de fogo, uma de choque, colete à prova de bala e 100 munições.

O caso agora fica sob a responsabilidade da Polícia Civil. 

Leia também

Médica encontrada em ribanceira em SC tinha imagem de São Jorge por perto: "Nasceu de novo"

Aprovada medida que abre espaço para volta da redução de jornada e salário no Brasil

Ciclone no mar vira Tempestade Subtropical Potira; entenda os impactos em SC

Médium escreve carta psicografada sobre Paulo Gustavo: mensagem seria de uma ancestral do artista

Colunistas