nsc
    santa

    Milagre?

    Médica encontrada em ribanceira em SC tinha imagem de São Jorge por perto: "Nasceu de novo"

    Madrasta conta que a médica é devota de São Jorge e uma imagem do santo foi encontrada próxima a ela

    20/04/2021 - 15h57 - Atualizada em: 20/04/2021 - 16h43

    Compartilhe

    Brenda
    Por Brenda Bittencourt
    Uma imagem de São Jorge foi encontrada no local do acidente próxima a vítima
    Uma imagem de São Jorge foi encontrada no local do acidente próxima a vítima
    (Foto: )

    A médica Mariana Fossati, 30 anos, que desapareceu no domingo (18) e foi encontrada na segunda (19), com vida, caída com o carro em uma ribanceira no Alto Vale do Itajaí teve uma nova chance, segundo a madrasta Cibelle Fossati. Junto com ela, às margens da BR-470 entre São Cristóvão do Sul e Pouso Redondo, havia a imagem de São Jorge, santo ao qual Mariana é devota.

    > Receba todas as notícias do Alto Vale do Itajaí pelo WhatsApp

    — Quando a gente viu [as imagens registradas no local do acidente], se emocionou. São sinais de Deus. Ela nasceu de novo — disse Cibelle

    Ao G1 SC, a madrasta contou que a enteada sempre carrega uma foto do santo junto para onde quer que vá. No entanto, Mariana não sabia que a imagem estava perto dela quando foi resgatada. Quando soube, já no hospital, se emocionou.

    Após ser encontrada, a médica foi levada ao Hospital Hélio dos Anjos Hortiz em Curitibanos, no Oeste catarinense, com possível fratura no tornozelo direito, na clavícula e com diversos machucados pelo rosto. No hospital, Mariana precisou fazer uma cirurgia na tarde de segunda-feira (19) para a retirada do baço.

    Conforme Cibelle, a médica está se recuperando do procedimento em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e deve ir para o quarto nesta quarta-feira (21).

    Encontrada por rastreio de celular

    A médica desaparecida foi encontrada através de rastreio de celular, segundo a madrasta, Cibelle Fossati. Em vídeo, a madrasta explicou como tudo aconteceu e como a ajuda dos amigos e da família foi essencial para encontrar a mulher.

    — Nós rastreamos o celular dela pelo Google até o momento em que havia sinal — explicou Cibelle.

    De acordo com a madrasta, a médica Mariana Fossati, 30 anos, havia saído de Curitibanos para trabalhar no plantão de um hospital de Taió por volta das 4h45min deste domingo (18) e não voltou para casa, ficando desaparecida por cerca de 28 horas. Ainda segundo a madrasta, eles só perceberam que Mariana havia sumido quando ela não voltou para casa depois do plantão.

    Mariana teria contado aos policiais que se perdeu, saiu da pista e caiu na ribanceira por desviar de um cachorro. Muito ferida, não conseguiu subir o barranco para pedir ajuda. O veículo foi removido por um guincho particular acionado pelos familiares.

    Veja o vídeo

    Com informações de Caroline Borges, G1 SC

    Leia também:

    > Desaparecimento de pescador em alto-mar em Porto Belo é investigado pela polícia

    > Profissionais de limpeza ganham protagonismo em hospitais de SC e reforçam linha de frente da Covid-19

    Idoso se perde em mata e é resgatado pelos bombeiros em Ascurra

    Mulher vítima de violência doméstica mata o marido e chama a polícia em Itajaí

    Veja o que abre e fecha em Blumenau no feriado de Tiradentes 2021

    Colunistas