A situação dos rios do Rio Grande do Sul deve melhorar somente no final de maio, mesmo sem uma chuva significativa, apontam especialistas. Nesta segunda-feira (6), o nível do Rio Guaíba estava em 5,26 metros, ou seja, diminuiu apenas sete centímetros desde o último sábado (4), e segue 2,26 metros acima da cota de inundação. As informações são do O Globo

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

Segundo estimativas do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) e do Serviço Geológico Brasileiro (SGB), cidades como Pelotas e Rio Grande estão em alerta máximo devido às cheias do Rio Guaíba, que deságua na Lagoa dos Patos, próximo das regiões. A enchente deve durar cerca de 20 dias. 

Desde de 28 de abril, Rio Grande do Sul enfrenta uma enchente histórica devido às fortes chuvas que atingiram o Estado. Segundo a Defesa Civil, em apenas quatro dias, choveu o volume esperado durante todo o outono. Até a manhã desta terça-feira (7), o número de mortos em razão dos temporais era de 90 pessoas. 

“Temos que escolher quem salvar”, diz policial de SC que atua no resgate das vítimas no RS  

Continua depois da publicidade

 Os especialistas classificam a situação do Rio Guaíba como estável porque o nível parou em 5,26 metros. No sábado, alcançou a máxima histórica de 5,33 metros, 58 centímetros acima do recorde anterior, de 4,75 metros, das cheias de 1941. 

— Isso indica uma descida, mas ela é muito lenta e depende de não voltar a chover forte — frisa Artur Matos, coordenador do Sistema de Alerta Hidrológico do Serviço Geológico Brasileiro (SGB).

Mais chuvas no Rio Grande do Sul 

Nesta quarta-feira (8), volta a chover no Rio Grande do Sul, entretanto, em um volume menor do que nos últimos dias. Para Marcelo Seluchi, coordenador-geral de Operações do Cemaden, o problema é que os temporais vão atingir as áreas já inundadas. 

— A situação do Guaíba está terrível. O rio ficará uns quatro dias oscilando no patamar de 5 metros. Só depois disso começa a descer. Mas as previsões hidrológicas têm muita incerteza porque dependem das chuvas — enfatiza Seluchi.

Continua depois da publicidade

Enchentes na bacia do Guaíba

Situação em Porto Alegre

A capital contabiliza estragos. Vários bairros foram evacuados, como o Menino Deus. A redação da rádio Atlântida, que fica no local, precisou ser desocupada e está retransmitindo o sinal da Rádio Gaúcha.

Também nesta segunda (6), a prefeitura decretou o racionamento de água na cidade após 70% da população ficar desabastecida.

As principais rotas de acesso e saída da cidade estão bloqueadas. O aeroporto Salgado Filho está fechado por tempo indeterminado, assim como a Rodoviária de Porto Alegre, devido às inundações.

Veja as fotos das chuvas no Rio Grande do Sul

Continua depois da publicidade

Leia mais

SC envia mais reforços para atuar nos resgates às vítimas da chuva histórica no RS

“Se não precisar vir, não venha”: com estradas bloqueadas, PRF do RS faz apelo a catarinenses

VÍDEO: Voluntários de Joinville no RS resgatam mulher e levam maca por 10 quilômetros

Destaques do NSC Total