nsc
dc

Vacinação

Novo lote com 229 mil doses de vacinas contra Covid-19 chega a Santa Catarina

Imunizantes serão usados na ampliação da vacinação com a primeira dose e para completar a segunda aplicação

16/04/2021 - 06h35 - Atualizada em: 16/04/2021 - 11h45

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
Vacinas chegaram no aeroporto de Florianópolis na madrugada desta sexta-feira (16)
Vacinas chegaram no aeroporto de Florianópolis na madrugada desta sexta-feira (16)
(Foto: )

Um novo lote de 229,2 mil doses de vacinas contra Covid-19 chegou na madrugada desta sexta-feira (16) em Santa Catarina. Os imunizantes enviados pelo Ministério da Saúde foram levados do aeroporto de Florianópolis para a Central Estadual de Rede de Frio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive/SC), em São José, na Grande Florianópolis.

> Clique aqui e receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

Do total, 141 mil são da Astrazeneca/Oxford e 88,2 mil da CoronaVac. Os imunizantes serão destinados à vacinação dos trabalhadores da saúde, idosos de 60 a 69 anos e profissionais das forças de segurança e salvamento. Com mais essa remessa, Santa Catarina soma um total de 1.701.940 doses recebidas.

A governadora em exercício Daniela Reinehr (sem partido) acompanhou a entrega no aeroporto. Daniela e a secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto (Cidadania), estavam em Brasília. As duas tiveram uma agenda de reuniões na capital federal onde discutiram o envio de mais vacinas, habilitação de leitos de UTI e de medicamentos do kit intubação.

“O dia de trabalho foi longo e produtivo nos ministérios, em Brasília. Ao desembarcar em Florianópolis, ainda pude acompanhar nesta madrugada a chegada das 229,2 mil doses de vacina”, disse Daniela na postagem.

O número de doses é maior que o quantitativo anunciado na quarta-feira (14) pela secretária Carmen Zanotto. Também em uma rede social, Carmen disse que a expectativa era de envio de 223 mil.

Vacinas aplicadas

O último balanço sobre a vacinação em SC, divulgado na quarta-feira, informa que foram aplicadas 1.099.484 doses contra o novo coronavírus. Do total de doses, 833.142 correspondem a primeira aplicação e 266.342 da segunda.

Conforme o Monitor da Vacina, se mantiver o ritmo atual de vacinação, Santa Catarina completará a imunização do grupo prioritário em setembro deste ano.

> Acompanhe a evolução da vacinação contra o coronavírus em SC

> Vacinação da Covid em SC: locais, fases de aplicação, idades e tudo sobre

São considerados grupos prioritários trabalhadores da saúde, idosos e pessoas com deficiência institucionalizados, indígenas, quilombolas, idosos com 60 anos ou mais e profissionais das forças de segurança e salvamento.

Em Santa Catarina, até quinta-feira (15), foram registrados 848.672 casos confirmados e 12.409 mortes por Covid-19. Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), ainda há pacientes aguardando por leitos de UTI. Na quinta, 131 pessoas estavam na fila por uma vaga na unidade.

Acompanhe o avanço da vacinação no Monitor da Vacina

Monitor da Vacina reúne dados e estimativas sobre o avanço da vacinação nos municípios de SC
Monitor da Vacina reúne dados e estimativas sobre o avanço da vacinação nos municípios de SC
(Foto: )

No ar desde 20 de janeiro, o Monitor da Vacina, do NSC Total, reúne detalhes em mapas e gráficos sobre o avanço da imunização em Santa Catarina e o estágio da vacinação pelo mundo.

A página reúne estimativas sobre o avanço da campanha em cada município, cruzamento de dados que mostram a taxa de aplicação das vacinas recebidas em cada região e detalhes sobre a população de cada grupo prioritário atendida pela campanha.

O Monitor da Vacina é atualizado três vezes por semana ou conforme novos dados são divulgados pelo Ministério da Saúde e Diretoria de Vigilância Epidemiológica de SC. A página pode ser acessada neste link.

Leia mais:

Como está o estado de saúde de Paulo Gustavo, internado com Covid-19

Bebê nasce dentro do carro em frente a hospital de Blumenau; veja vídeo

Câmera flagra ataque racista que terminou em agressões em Lages; polícia investiga o caso

Colunistas