nsc
hora_de_sc

Entenda

O que é ser "cancelado" na internet? Entenda e veja famosos que já foram cancelados

Confira famosos que já sofreram com a cultura do cancelamento e entenda esse movimento que toma conta das redes sociais

20/01/2021 - 08h13 - Atualizada em: 07/03/2021 - 10h21

Compartilhe

Redação
Por Redação Hora
Anitta e Kanye West
Anitta e Kanye West já foram cancelados na internet
(Foto: )

Ao navegar nas redes sociais, você já deve ter se deparado com o termo "cancelado". Isso acontece quando alguém, geralmente alguma celebridade, faz algum comentário que pega mal. Aí, vem a sentença do tribunal da internet: a pessoa é “cancelada”, ou seja, boicotada.

Cancelar pessoas nas redes sociais virou algo tão comum que “cultura do cancelamento” foi considerado o termo do ano em 2019 pelo dicionátrio australiano Macquaire, que sempre elege as palavras que melhor definem o comportamento humano contemporâneo. A publicação deu a explicação do termo: "uma atitude tão persuasiva que ganhou seu próprio nome e se tornou, para o bem ou para o mal, uma força poderosa”.

> BBB 21: veja a lista oficial de participantes já confirmados

> Big Brother Brasil: confira catarinenses que já participaram do reality show

Por que uma pessoa é "cancelada"?

Quando uma pessoa é cancelada, isso significa que ela disse ou fez algo errado, condenável, que não é mais tolerado no mundo atual. Bullying online, racismo, xenofobia, homofobia e machismo são algumas das razões que fazem com que a pessoa seja sentenciada ao cancelamento.

O cancelamento é um jeito de internautas "educarem" pessoas nas redes sociais: uma punição para que o usuário não se comporte mais daquela forma.

Pode parecer que o cancelamento é algo bom. Mas nem sempre. Muitas vezes, os internautas exageram ao cancelar uma pessoa. Podem extrapolar na "sentença" ou perseguir o cancelado com comentários maldosos, xingamentos e ameaças.

Quando o cancelamento começou?

Faz algum tempo que a cultura do cancelamento está presente nas redes sociais. Ela começou a ficar muito popular em 2017, com o movimento #MeToo, que viralizou nas redes ao denunciar o abuso e o assédio sexual na indústria de Hollywood.

Tudo começou com as acusações contra o produtor Harvey Weinstein. Com elas, vítimas tomaram coragem para expor outros produtores, diretores e atores que também cometeram abuso e assédio. 

Isso deu origem a um dos mais sérios cancelamentos nas redes sociais. Tanto que o dicionário Macquaire (olha ele aí de novo!) elegeu "Me Too" como o termo do ano em 2018. 

Desde então, o cancelamento vem se tornando comum nas redes e atinge principalmente artistas, marcas e influenciadores digitais.

O que é a cultura do cancelamento?

Se uma pessoa comete um crime, ela é julgada e punida segundo a lei do país onde vive. A internet, porém, é a mesma no mundo inteiro - e não tem exatamente leis que regulamentem os conteúdos que são postados. Por isso, a cultura do cancelamento é quase "fazer justiça com as próprias mãos". 

Às vezes, a sentença é justa; em outras, não. O fato é que o cancelamento pode viralizar rapidamente nas redes sociais, principalmente se ele é apoiado por algum influenciador. E os usuários são rápidos: tiram "prints" de posts que julgam ser condenáveis e os espalham com velocidade nas redes. Vale até postagens que foram feitas há anos e que voltam à tona para endossar o cancelamento.

O número de menções ao famoso ou à marca cancelada é enorme - e a imagem da pessoa ou da empresa é rapidamente desgastada.

Quais são as consequências do cancelamento?

Ser cancelado nunca é legal, mas as consequências variam: o cancelamento pode ser passageiro, com a perda de alguns seguidores, ou pode resultar até em ameaças e linchamento.

Alguns famosos, como a influencer Gabriela Pugliesi, tiveram que deixar as redes sociais por um tempo, até que a poeira baixasse.

Quais famosos já foram cancelados?

Anitta

Anitta
Anitta
(Foto: )

A cantora é a prova de que o cancelamento pode ser temporário: ela já foi "cancelada" várias vezes.

Os internautas já acusaram Anitta de se aproveitar do público LGBT, sem defender a bandeira da causa, criticaram sua posição política (ou a falta dela) e por usar a cultura da periferia e do funk apenas quando lhe convém.

Em uma das polêmicas mais recentes, Anitta foi cancelada depois que a cantora Ludmilla divulgou áudios e mensagens com atritos entre as duas.

MC Gui

MC Gui
MC Gui
(Foto: )

> Caso Jully: MC Gui tem shows cancelados após ser acusado de bullying com criança

Um story maldoso do MC Gui viralizou: ele tirava sarro de uma menina que estava fantasiada como um personagem da Disney no metrô. Acusado de praticar bullying, o funkeiro até tentou se justificar, mas não pegou bem: "Eu dei risada porque achei um pouco impressionante. A internet está muito chata", ele disse.

Taylor Swift

Taylor Swift
Taylor Swift
(Foto: )

A cantora Taylor Swift foi cancelada por algo que aconteceu há muito tempo - o que prova que o tribunal da internet pode ser bem severo. Há anos, ela teve um desentendimento com o rapper Kanye West. Ela foi chamada de "cobra" e viu a hashtag #TaylorSwiftIsCancelled (#TaylorSwiftEstáCancelada) subir nas redes sociais. Em entrevista à revista Vogue, Taylor comentou o cancelamento. 

"Um envergonhamento público em massa, com milhões de pessoas dizendo que você está ‘cancelada’, é uma experiência muito isolante. Não creio que haja muitas pessoas que realmente possam compreender o que é ter milhões de pessoas que te odeiam. Quando você diz que alguém é cancelado, não é um programa de TV. É um ser humano. Você está enviando grandes quantidades de mensagens para essa pessoa para calar a boca, desaparecer, ou algo que pode ser percebido como ‘se mate'".

Kanye West

Kanye West
Kanye West
(Foto: )

Pois é: o rapper que causou o cancelamento de Taylor Swift também foi cancelado! Em 2019, West foi duramente criticado por apoioar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Os fãs não entenderam como um artista negro pode apoiar uma figura pública que faz comentários racistas.

Tudo piorou quando West afirmou, em entrevista ao canal TMZ, que "a escravidão foi uma escolha".

Kevin Spacey

Kevin Spacey, cancelamento, cultura do cancelamento
Kevin Spacey já foi cancelado
(Foto: )

O cancelamento pode durar para sempre, como parece ser o caso do ator Kevin Spacey. Com uma carreira recheada de sucessos, como o filme "Beleza Americana" e a série "House of Cards", Spacey foi acusado de abuso sexual por vários jovens que trabalharam com ele. 

O ator foi demitido da Netflix e foi substituído no filme "Todo o Dinheiro do Mundo". Até agora, Spacey não tem nenhum projeto novo.

Gabriela Pugliesi

Gabriela Pugliesi
Gabriela Pugliesi
(Foto: )

> Gabriela Pugliesi desativa conta no Instagram após ser criticada por festa durante a quarentena

A influencer foi cancelada em 2020, por desrespeitar o distanciamento social em plena pandemia do novo coronavírus. Gabriela deu uma festa em casa e ainda postou tudo em seus stories do Instagram. Em um vídeo, ela ainda dizia "f*da-se a vida!".

Tudo isso aconteceu depois de uma outra polêmica: quando vários convidados do casamento de sua irmã, em Itacaré, na Bahia, contraíram o vírus algumas semanas antes - inclusive, a própria Gabriela pegou a doença.

Depois de tudo, a influenciadora postou um vídeo no qual se desculpava pela festa. Mas não deu: ela perdeu vários patrocínios e precisou sair das redes por um tempo, até que a poeira baixasse.

Ellen DeGeneres

Apresentadora Ellen DeGeneres
Apresentadora Ellen DeGeneres
(Foto: )

Geralmente amada pelo público, a apresentadora Ellen DeGeneres também foi cancelada na internet. Em abril, começaram a surgir denúncias de maus tratos e de assédio moral feitas por membros da equipe de seu programa, o "The Ellen DeGeneres Show". 

Em agosto, o site Buzzfeed News publicou uma matéria com vários depoimentos de 36 funcionários que também haviam sido maltratados pela apresentadora. Eles também disseram que eram assediados sexualmente por diretores e que Ellen acobertava esses assédios. Depois da polêmica, Ellen mandou um e-mail pedindo desculpas aos funcionários.

Thaila Ayala

Thaila Ayala
Thaila Ayala
(Foto: )

> Thaila Ayala cria marca com nome "Vírus 2020" e é criticada na internet

A atriz e modelo foi cancelada na internet depois que lançou uma linha de roupas inspirada na pandemia da Covid-19. A coleção se chamava “VIR.US.2020” e trazia roupas confortáveis.

Os internautas acharam que a atitude de Thaila foi insensível. Ela até tentou explicar o nome da coleção:

“É um verbo transitivo direto, intransitivo e pronominal. ‘Tornar viral’, fazer com que algo seja compartilhado por um grande número de pessoas... esperamos que o amor e a empatia viralizem logo”

Não colou. Em menos de 24 horas, Thaila mudou o nome da coleção para “AMAR.CA.2020”.

Vanessa Hudgens

Vanessa Hudgens
Vanessa Hudgens
(Foto: )

Famosa por protagonizar os filmes High School Musical, a cantora e atriz Vanessa Hudgens foi cancelada por polêmicas envolvendo a pandemia. 

Em um vídeo postado nas redes sociais, Vanessa criticou o cancelamento do Coachella, festival de música. E fez isso de um jeito nada sensível:

“É um vírus, eu entendo e respeito, mas ao mesmo tempo, mesmo se todos pegarem… Sim, pessoas vão morrer, o que é terrível, mas inevitável”

Pegou mal, né? Depois disso, Vanessa postou um vídeo pedindo desculpas e também se retratou no Twitter.

Lea Michele

Lea Michele
Lea Michele
(Foto: )

A protagonista da série Glee foi cancelada depois de se manifestar à favor do movimento Black Lives Matter (Vidas Pretas Importam). Uma antiga colega de trabalho, a atriz Samantha Ware respondeu a ela no Twitter: “Lembra quando você fez o meu primeiro trabalho na televisão parecer um inferno?!?! Porque eu nunca vou esquecer”.

Ware afirmou que Michele tirava sarro de sua peruca e fazia outros comentários muito maldosos. Outros atores confirmaram as acusações. Tudo isso fez com que Lea Michele perdesse uma parceria comercial. Ela postou um texto pedindo desculpas e disse que "não lembra de ter dito coisas desse tipo”.

Nego do Borel

Nego do Borel
Nego do Borel
(Foto: )

> Duda Reis afirma que agressões de Nego do Borel eram constantes

> Separação de Nego do Borel e Duda Reis acaba com denúncia de traições, agressões e estupro

O cantor Nego do Borel sofreu cancelamento recentemente. Tudo começou quando sua ex-noiva, Duda Reis, o acusou de assédio, estupro e violência verbal.

Por causa da polêmica, Nego do Borel desativou os comentários de seu Instagram e postou um vídeo tentando se justificar. Só que, apenas alguns dias depois, Duda Reis deu uma entrevista ao Fantástico e detalhou as agressões. O programa também ouviu outra ex-namorada do cantor, que também alegou ter sofrido agressões.

Nego do Borel nega as acusações.

Colunistas