nsc
dc

Violência sexual

O que se sabe sobre caso de criança que relatou abuso em bilhete em SC

Menina de 10 anos entregou bilhete para monitor de transporte escolar

13/05/2022 - 10h10 - Atualizada em: 13/05/2022 - 10h45

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
Bilhete foi entregue a monitor de transporte escolar
Bilhete foi entregue a monitor de transporte escolar
(Foto: )

“Me ajuda, eu estou sofrendo abuso sexual do meu pai”. Foi assim que uma menina de 10 anos, moradora de Chapecó, no Oeste catarinense, pediu ajuda para se ver livre de um abuso, que segundo a Polícia Civil ocorria desde o começo do ano. Na quinta-feira (12), o padrasto da criança, um homem de 55 anos, foi preso preventivamente sob acusação de estupro de vulnerável.

Receba notícias do DC via Telegram

A mensagem foi entregue pela menina a um monitor do transporte escolar na segunda-feira (9). O homem acionou a escola, que buscou ajuda do Conselho Tutelar. A polícia também foi comunicada.

De acordo com o delegado Éder Matte, responsável pela investigação, a criança vivia com o padrasto e a mãe. A menina afirmou que os abusos já duravam pelo menos 4 meses e que a última situação ocorreu na semana passada. Em depoimento, o homem negou o crime.

Já a mãe da criança disse não saber sobre o abuso. Ela prestará um novo depoimento antes da conclusão do inquérito policial.

O delegado aguarda a conclusão de laudos periciais para finalizar as investigações.

Em caso de violência ou abuso sexual, denúncias podem ser feitas à Polícia Civil por meio do Disque 100 ou pelo 181. A ligação é gratuita e a denúncia anônima.

*Com informações de Andrielli Zambonin, da NSC TV

Leia também

Empresário Saul Klein é indiciado por crimes sexuais contra 14 mulheres

Pai é preso após filhas revelarem abusos sexuais através de desenhos no RS

Suspeito de estuprar adolescente durante rituais em Joinville é alvo de operação da polícia

Colunistas