nsc

Infraestrutura

Obra em estação de esgoto altera trânsito no bairro João Paulo em Florianópolis

Rodovia João Paulo será bloqueada às 16h; investimento deve beneficiar ao menos seis bairros

21/07/2021 - 09h46

Compartilhe

Juliana
Por Juliana Gomes
Obra deve beneficiar seis bairros da capital
Obra deve beneficiar seis bairros da capital
(Foto: )

Às 16h desta quarta-feira (21), deve ocorrer uma nova operação de desmonte de rochas, dentro das obras de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Saco Grande, no bairro João Paulo, em Florianópolis. Por isso, pelo segundo dia consecutivo, o tráfego da Rodovia João Paulo deve ser bloqueado nesse horário.

A detonação de rochas começou nessa terça-feira (20) e durou pouco mais de 5 minutos, segundo a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan).

> Receba notícias de Florianópolis e região no seu WhatsApp

Além da interrupção no tráfego da Rodovia João Paulo, a primeira etapa da operação teve a colocação de uma camada de abafamento de terra para redução de ruído. De acordo com a Casan, foram também emitidos alertas sonoros antes da detonação e foi evacuada a área do canteiro de obras.

Com a adoção destas medidas de segurança e proteção ambiental, a vibração do solo e o ruído provocado pela explosão ficaram dentro dos valores permitidos por lei, informou a Casan. Os trabalhos foram autorizados pela prefeitura e do Exército Brasileiro, que regulamenta o uso de explosivos no país.

Obra

A ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto Saco Grande beneficiará ao menos seis bairros. Com isso, o sistema de esgotamento poderá ser implantado nos bairros João Paulo, Monte Verde e Saco Grande. A operação das redes já assentadas em Cacupé, Santo Antônio de Lisboa e Sambaqui também será facilitada com a obra que deve beneficiar 22 mil pessoas.

Ainda de acordo com a Casan, no local, haverá um sistema de tratamento de esgoto em nível terciário, que vai eliminar fósforo e nitrogênio do efluente final tratado. A obra é parte do Programa de Saneamento Ambiental do Estado de Santa Catarina.

A iniciativa permitirá a expansão da rede de coleta e tratamento de esgoto em todo Estado. Este trabalho terá um custo de R$103,7 milhões, que são recursos obtidos num financiamento da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA).

Leia mais:

> Florianópolis avança vacinação contra Covid e convoca pessoas com mais de 36 anos

> SC anuncia vacinação em massa contra Covid em cidades na fronteira com a Argentina

> SC confirma primeiros casos importados da variante Delta do coronavírus​

Colunistas