nsc
hora_de_sc

Centro da cidade

"Ocorrência hollywoodiana", diz Guarda Municipal sobre assalto em Florianópolis

Ação que teve tiroteio, atropelamento e morte foi registrada no fim da manhã desta terça-feira (2)

02/08/2022 - 15h14 - Atualizada em: 02/08/2022 - 17h16

Compartilhe

Camilla
Por Camilla Martins
Ação que teve tiroteio, atropelamento e morte foi registrada no fim da manhã desta terça-feira (2)
Ação que teve tiroteio, atropelamento e morte foi registrada no fim da manhã desta terça-feira (2)
(Foto: )

O assalto que causou tiroteio, atropelamento e morte no fim da manhã desta terça-feira (2), no centro de Florianópolis, mobilizou agentes de segurança da Polícia Militar de Santa Catarina, da Guarda Municipal (GMF) e do Corpo de Bombeiros Militar. A ação foi definida como uma "ocorrência hollywoodiana" pelo subinspetor da GMF, Ricardo Pastrana.

Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Homens invadiram uma loja de celulares na Rua Felipe Schmidt e levaram pelo menos oito aparelhos e R$ 200 em dinheiro. No entanto, um policial militar à paisana interveio e iniciou uma troca de tiros com os assaltantes. Um suspeito foi preso e os outros dois roubaram um carro e fugiram. No caminho, atropelaram quatro pessoas e, logo depois, já na Beira-Mar Norte, colidiram em três veículos. Um dos homens que foi baleado morreu após a colisão. O outro fugiu e foi detido perto da praça Celso Ramos. 

Caso como esse é considerado "incomum" na cidade pelo comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Dhiogo Cidral, ocorrências como a desta terça-feira são incomuns na cidade. 

— É uma ocorrencia que infelizmente aconteceu, não se pode zerar todos os riscos aqui na cidade de Florianópolis. Um assalto é muito incomum, a presença policial é sempre muito sentida na área central. Em todas as áreas da cidade, mas principalmente na área central, nos horários de pico pela grande movimentação de bens e pessoas — disse Cidral. 

Suspeito preso após assalto em Florianópolis tem 25 anos e 56 passagens pela polícia

A ocorrência interferiu no trânsito: uma das faixas da Beira-Mar Norte ficou interditada até as 15h, no sentido Centro-bairro. O fluxo de veículos foi liberado após o carro usado pelos assaltantes ter sido guinchado do local. 

Vídeo mostra como ficou o carro usado pelos suspeitos

O assalto

De acordo com a Guarda Municipal, o assalto ocorreu na Rua Felipe Schmidt com a Álvaro de Carvalho e, um policial militar que estava próximo ao local, à paisana, interveio e uma troca de tiros começou na região. 

Dois suspeitos, um deles já baleado, roubaram um carro e fugiram em direção à Beira-Mar Norte, onde acabaram colidindo com outros veículos no trânsito e tiveram frustrada a tentativa de fuga. Um dos homens tentou fugir a pé, mas foi detido por agentes da GMF próximo à praça Celso Ramos. O outro, que estava baleado, morreu. 

Segundo a Guarda Municipal, antes de seguirem em direção à Beira-Mar Norte, os assaltantes passaram em alta velocidade na área de pedestres em frente ao Terminal de Integração ao Centro (Ticen) e atropelaram quatro pessoas. O Corpo de Bombeiros informou que todas as vítimas tiveram ferimentos leves e foram levadas para o Hospital Celso Ramos. 

Leia também 

Briga de casal em SC acaba em história digna de filme de ação

Avenida no Centro de Florianópolis é o lugar mais quente da região; entenda o motivo

Colunistas