nsc
an

Violência doméstica

Mãe mente para tentar encobrir agressões contra o filho em Barra Velha, diz polícia

08/06/2022 - 10h07 - Atualizada em: 08/06/2022 - 10h11

Compartilhe

Sabrina
Por Sabrina Quariniri
Adolescente foi obrigado pela mãe a mentir agressões sofridas
Adolescente foi obrigado pela mãe a mentir agressões sofridas
(Foto: )

Um adolescente de 12 anos ficou aos cuidados do irmão mais velho após a mãe acobertar as agressões físicas sofridas pelo jovem por parte do padrasto. Segundo a polícia, a mulher, de 42 anos, ainda obrigou o filho a mentir para proteger o agressor, 45. O caso aconteceu no início da noite de terça-feira (7) em Barra Velha. 

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

​De acordo com a Polícia Civil, a mãe sabia que o filho estava sendo vítima de violência e, inclusive, buscou a delegacia para registrar um boletim de ocorrência e solicitou uma medida protetiva de urgência. 

No entanto, após a Justiça conceder a ordem judicial, a mulher tentou retirar a denúncia contra o companheiro sob a justificativa de manter o relacionamento e descumpriu a decisão ao permitir que o adolescente, vítima de violência doméstica, continuasse convivendo com o padrasto. 

Até então, a polícia tinha a informação que os três viviam em Itajaí, mas a investigação descobriu que o casal fugiu para Barra Velha na companhia do jovem. Os policiais, então, se deslocaram ao endereço e conduziram a mulher à delegacia, para prestar depoimento. No momento da abordagem, o homem não foi encontrado na casa. 

Ainda conforme a Polícia Civil, neste caso, foi constatado que a mãe mentiu para a Justiça ao negar as agressões que o filho vinha sofrendo e, a fim de proteger o agressor, pediu ao adolescente que confirmasse a falsa narrativa. 

O adolescente, após ser atendido pelo Conselho Tutelar, ficou sob a responsabilidade do irmão mais velho. A conduta da responsável pelo adolescente está prevista na lei Henry Borel, recentemente sancionada, todavia, ela não foi presa em flagrante, em decorrência da Lei ainda não estar em vigor. 

Leia também

Como agiram ladrões que invadiram loja e levaram mais de 80 armas em Joinville

Carro movido a gás natural pega fogo em Barra Velha; veja fotos

Cidades no Norte de SC estão na mira da PF por supostos desvios de verbas para a saúde

Colunistas