nsc
dc

Crime

Pais são indiciados por tortura e maus-tratos após morte de bebê sufocado em Siderópolis

Criança de um ano foi asfixiada com um travesseiro na segunda-feira (7)

10/06/2021 - 17h24 - Atualizada em: 10/06/2021 - 17h33

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
Inquérito policial foi concluído após a Polícia Civil ouvir em depoimento 12 testemunhas
Inquérito policial foi concluído após a Polícia Civil ouvir em depoimento 12 testemunhas
(Foto: )

Os pais do bebê de um ano que morreu sufocado com um travesseiro em Siderópolis, no Sul de SC, foram indiciados pela Polícia Civil. Segundo o inquérito concluído nesta quinta-feira (10), o pai do bebê, de 24 anos, teria asfixiado a criança enquanto a mãe, 19 anos, teria se omitido.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

O pai foi indiciado por feminicídio, tortura, maus-tratos, ameaça, dano ao patrimônio público, desacato e vias de fato. Já a mãe, além de omissão de socorro, vai responder por tortura e maus tratos, pois, de acordo com a polícia, colocava em perigo as crianças na presença de seu marido. A investigação apurou ainda que os pais deixavam os outros dois filhos passarem fome.  

O inquérito policial foi concluído após a Polícia Civil ouvir em depoimento 12 testemunhas e analisar os laudos periciais do Instituto Geral de Perícias (IGP). O documento foi enviado ao Fórum da Comarca de Criciúma. 

O crime 

Segundo informações da Polícia Militar, o homem chegou com a criança na Unidade de Pronto Atendimento de Siderópolis dizendo que ela tinha sido vítima de um mal súbito. Os médicos suspeitaram do caso e a mãe da criança teria revelado que o homem sufocou o bebê com um travesseiro.  

A polícia foi acionada e constatou que havia sido um sufocamento, que foi confirmado posteriormente pelo Instituto Médico Legal (IML).  

Os pais estão presos preventivamente no Presídio Santa Augusta, em Criciúma. 

Leia também:

Mulher dá à luz 10 bebês e marido comemora: 'estou feliz e emocionado' 

Quem era manicure morta por ex-companheiro em Paial, no Oeste de SC 

Vídeo flagra mulher 'engolida' por ponte que desabou em Brusque

Colunistas