nsc
hora_de_sc

Opinião

Paixão Azurra: vai começar a temporada do Avaí

Colunista Vinícius Bello opina diariamente sobre os assuntos do Leão da Ilha                  

17/01/2020 - 07h35 - Atualizada em: 17/01/2020 - 07h44

Compartilhe

Vinícius
Por Vinícius Bello
Treino do Avaí
(Foto: )

Após mais uma fabulosa recepção e excelente período em Águas Mornas, com toda a estrutura necessária para uma boa pré-temporada, o Avaí já está de volta no Sul da Ilha para iniciar a temporada 2020. Sábado (18), às 20h30, com atrativos ingressos promocionais, enfrenta o Brusque pela decisão da Recopa Catarinense.

O desafio é muito mais difícil do que se imagina. Além da ótima fase vivida pela equipe do vale catarinense — campeão da Série D do Brasileiro e Copa Santa Catarina — o entrosamento de uma equipe com poucas mudanças das mencionadas conquistas para cá e preparação física de quem treina desde o início de dezembro, com bom desempenho em jogos treinos, são pontos relevantes.

Por outro lado, o Leão bastante modificado em relação a última temporada teve apenas duas semanas de treinamentos, e, para piorar, alguns problemas físicos como Bruno Silva, Rildo e Getúlio, em que pese a qualidade técnica superior a do adversário.

Evidente que o favoritismo está com o Avaí, mas o jogo deve ser bastante aberto.

Não deu

Na Copa São Paulo, o Avaí fez uma boa partida diante do Oeste pelas oitavas de final do certame, mas acabou eliminado nas penalidades após empate em zero a zero no tempo normal.

O destaque negativo ficou por conta especialmente do zagueiro Douglas, que promoveu uma cena patética recuando a sua cobrança de pênalti para o goleiro e encaminhando a classificação do adversário. Inaceitável em uma fase tão decisiva de uma competição importante.

O destaque avaiano foi Thiaguinho, que mais uma vez demonstrou potencial para ser aproveitado a níveis maiores. O volante Luan Silva fez bastante falta na faixa central. De qualquer forma, os jogadores estão de parabéns pela boa campanha, eliminados nos detalhes.

Além do mais, ressalta-se aos secadores, que sequer participaram do torneio, que categorias de base servem para formação de atletas competitivos sobretudo, não para ganhar títulos em si.

No banco?

Chamou atenção nos últimos treinamentos em Águas Mornas a opção por Alemão no comando de ataque, jovem atleta que veio do Fluminense de Joinville sem qualquer grande perspectiva, em detrimento de Jonathan, que surgiu bem disputando Série A de Campeonato Brasileiro pelo Leão e grande expectativa de valorização do clube.

Das duas uma: ou Jonathan vem decepcionando muito nos treinamentos, ou Alemão é uma surpresa completamente inesperada.

Amanhã descobriremos na Ressacada.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Esportes

Colunistas