nsc
dc

Coronavírus

Passaporte da vacina divide opinião dos deputados federais de SC; veja o que pensam

Um levantamento do Metrópoles mostra que cinco parlamentares catarinenses são contra a medida

21/10/2021 - 16h21 - Atualizada em: 21/10/2021 - 19h07

Compartilhe

Maria Eduarda
Por Maria Eduarda Dalponte
Metrópoles
Por Metrópoles
Passaporte da vacina já é exigido por alguns municípios brasileiros
Passaporte da vacina já é exigido por alguns municípios brasileiros
(Foto: )

O projeto de lei 1674/2021, que cria o Certificado de Imunização e Segurança Sanitária (CSS), precisa ser aprovado pela Câmara dos Deputados antes de ser colocado em prática. Um levantamento do Metrópoles mostra que os deputados federais parecem ter uma adesão alta em relação ao passaporte da vacina. Em Santa Catarina, a proposta encontra rejeição da maioria dos parlamentares federais que responderam à pesquisa.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O documento proposto, conhecido popularmente como passaporte da vacina, busca identificar os vacinados e garantir a esse grupo acesso a espaços públicos e privados que exijam a proteção contra o coronavírus.

A medida foi elaborada pelo senador Carlos Portinho (PL). Na Casa, o projeto de lei foi aprovado por unanimidade, com votos favoráveis dos senadores catarinenses Dário Berger (MDB), Esperidião Amin (PP) e Jorginho Mello (PL). A proposta foi encaminha à Câmara dos Deputados e, no momento, tramita na Comissão de Seguridade Social e Família.

O deputado Felipe Carreras (PSB) pediu para que o projeto que cria o Certificado de Imunização e Segurança Sanitária tramitasse em regime de urgência. A ideia era votar a medida rapidamente no plenário, sem necessidade de passar pelas comissões. O requerimento, porém, não foi aprovado pelos deputados e o projeto segue a tramitação tradicional e não tem prazo para ser aprovado em plenário.

> Saiba como emitir certificado de vacinação Covid pelo Conecte SUS

O levantamento do Metrópoles procurou os 513 deputados federais para perguntar a opinião deles sobre esse projeto que institui o passaporte da vacina. Do total, 252 (49%) responderam até a tarde desta quinta-feira (21). Dos que se manifestaram, 165 (65%) se mostraram favoráveis ao passaporte e 50 (19,8%) se disseram contrários. Outros 29 (11,5%) declararam que ainda não se decidiram sobre o tema.

Dos 16 deputados federais de SC, quatro são a favor da medida, cinco se mostraram contra, três disseram que ainda não se decidiram e quatro não responderam a pergunta. (veja a lista por parlamentar abaixo)

Leia mais em Metrópoles, parceiro do NSC Total

Leia também

Passaporte de vacinação exigido em Florianópolis usará o Conecte SUS

SC estuda dispensar uso de máscaras em ambientes abertos em outubro

Reações da segunda dose da AstraZeneca; veja os sintomas mais relatados

Colunistas