nsc
dc

Pandemia

Reações da segunda dose da AstraZeneca; veja os sintomas mais relatados

Quem recebeu a segunda dose da vacina contra a Covid-19 explicou o que sentiu

17/09/2021 - 08h24

Compartilhe

Brenda
Por Brenda Bittencourt
Vacina da Astrazeneca/Oxford contra a Covid-19 é aplicada em duas doses
Vacina da Astrazeneca/Oxford contra a Covid-19 é aplicada em duas doses
(Foto: )

Os efeitos colaterais das vacinas contra a Covid-19 foram um dos assuntos mais comentados desde o início da vacinação. Sintomas que remetiam ao próprio vírus se popularizaram e atingiram quem tomava a primeira dose do imunizante da Oxford. No entanto, a segunda dose da AstraZeneca também pode apresentar algumas reações, de forma menos grave.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Na primeira dose da AstraZeneca alguns sintomas como febre e dor no corpo foram relatados por quem tomou o imunizante contra o coronavírus.

Ainda que tais efeitos colaterais estejam previstos na bula de todas as vacinas e costumam passar após alguns dias, a preocupação das pessoas é grande em relação também a segunda dose do imunizante.

Eficácia da vacina AstraZeneca

De acordo com a Anvisa, a vacina AstraZeneca apresentou 64,2% de eficácia contra a Covid-19 em estudos conduzidos no Brasil. De acordo com a situação, a eficácia desse imunizante pode variar entre 30,6% e 81,5%.

O intervalo entre as doses da vacina deve variar entre 8 a 12 semanas. Segundo o protocolo do Ministério da Saúde, a segunda dose da AstraZeneca deve ser aplicada após 3 meses.

Efeitos colaterais da primeira dose de AstraZeneca

  • Sensibilidade no local da injeção
  • Dor no local da injeção
  • Dor de cabeça
  • Fadiga
  • Dor no corpo
  • Nódulos presentes em pescoço ou axilas
  • Mal-estar
  • Febre e calafrios
  • Dor nas articulações
  • Náusea

> Pode beber depois de tomar a vacina da Covid-19?

Reações da segunda dose da AstraZeneca

Assim como na primeira dose, reações podem acontecer no organismo após tomar a segunda dose da vacina AstraZeneca produzida pela Fiocruz.

Ainda que moderados, os sintomas relacionados à segunda dose da vacina podem ser sentidos como na primeira. A bula da AstraZeneca reforça que os efeitos colaterais são menores na segunda aplicação. 

A farmecêutica explica que "a vacina pode causar efeitos colaterais, apesar de nem todas as pessoas os apresentarem. Menos efeitos colaterais foram relatados após a segunda dose". Confira as reações da segunda dose da AstraZeneca mais relatadas.

  • Dor no local da injeção
  • Dor de cabeça
  • Cansaço
  • Mal-estar
  • Sensação de febre e calafrios

> Pode tomar vacina da Covid-19 gripado?

A importância de tomar a vacina

Ainda que estejam presentes os efeitos colaterais da AstraZeneca, a imunização contra a Covid-19 contribui para a proteção contra o vírus. Os benefícios da vacina superam em muito os efeitos colaterais dos imunizantes contra Covid-19. Isso porque as vacinas garantem que a pessoa não morra devido à doença após ser imunizada de forma correta.

Entretanto, ainda que você receba a imunização, é muito importante continuar mantendo as recomendações para evitar a contaminação por Covid-19. Essa é a melhor maneira de evitar o desenvolvimento da doença, ainda que seja em sua forma mais branda.

Quais os riscos de não tomar a segunda dose de vacina da Covid-19

De acordo com a professora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Mestre em Saúde Pública e Doutora em Enfermagem, Felipa Amadigi, existem três principais motivos de as pessoas não tomarem a segunda dose do imunizante e também os riscos de não ter tal atitude.

Ter tomado a primeira dose não significa que a pessoas já está imunizada contra o vírus. Por isso é necessário continuar tomando todos os cuidados até chegar o momento de aplicação da segunda dose do imunizante.

De acordo com Amadigi, além de adoecer, é possível que a pessoa que tomou apenas a primeira dose da vacina contra a Covid-19 contraria o vírus e apresente um quadro grave da doença, o que é evitado a partir de 28 dias após a segunda dose do imunizante.

Além disso, sem a segunda dose, Amadigi também afirma que a pessoa também não estará imunizada e/ou produzindo anticorpos para que a imunização seja completa, sendo assim, só a primeira dose não irá ser suficiente contra o coronavírus. A não ser que a pessoa tenha tomado a vacina de dose única, sendo no Brasil, a da Janssen.

Dor no braço depois da vacina contra Covid

Você também pode querer ler

Veja quem deve tomar a terceira dose da vacina contra Covid na opinião de especialistas

Em site especial, saiba mais informações sobre a pandemia do coronavírus

Veja mapas e dados da vacinação por cidade

Por que vacinas da Covid-19 são jogadas no lixo?

Colunistas