nsc
dc

28 DIAS DE INTERNAÇÃO

PM baleado após ter arma roubada em SC ganha alta sob aplausos; veja vídeos

Policial foi atender um caso de pertubação de sossego quando foi baleado no pâncreas em Imbituba

21/10/2021 - 06h00

Compartilhe

Por Luana Amorim
Policial recebeu aplausos de amigos e familiares na saída do hospital
Policial recebeu aplausos de amigos e familiares na saída do hospital
(Foto: )

Depois de 28 dias de internação, o soldado Richard Ribeiro Castro, que foi baleado após ter a arma roubada em uma ocorrência, ganhou alta nesta quarta-feira (20). Ele foi homenageado e recepcionado com aplausos por colegas e amigos da Polícia Militar. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Richard tem 37 anos e trabalha há 13 na Polícia Militar. Ele recebeu um tiro no pâncreas após um suspeito arrancar a arma e atirar contra ele na noite do dia 22 de setembro. 

Desde então, ele estava internado no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, onde se recuperava dos ferimentos. O policial chegou a passar por duas cirurgias. 

> Homem arranca arma de policial, atira contra o PM e é morto em Imbituba

Na saída da unidade hospitalar, Richard recebeu o apoio de amigos, familiares e policiais de Imbituba, Laguna e Tubarão, com aplausos. (veja no vídeo abaixo)

Depois, a PM escoltou o policial até em casa, onde ele recebeu uma nova homenagem e aplausos. O comandante da guarnição especial de Imbituba, Tenente-Coronel Luís Carlos Cruz dos Santos, também fez uma oração em agradecimento à recuperação de Richard.

Agora, o policial continua o tratamento em casa. Segundo a PM de Imbituba, ainda não há prazo de quando ele deve retornar ao trabalho. 

Relembre o caso

O caso ocorreu na noite do dia 22 de setembro. A polícia foi acionada para atender um caso de perturbação de sossego no bairro Peninha, em Imbituba. Segundo a PM, um homem foi encontrado alterado e, em seguida, atacou os policiais. Foi nesse momento em que ele pegou a arma do soldado e efetuou os disparos.

Depois, segundo a polícia, o agressor morreu ao também ser baleado pelo colega que acompanhava o soldado ferido. O nome dele, no entanto, não foi divulgado. 

Amigos e familiares homenageram o policial
Amigos e familiares homenageram o policial
(Foto: )

Leia também

Criança de sete anos é atacada por cachorros de rua em SC: "O pior podia ter acontecido"

Haitiano denuncia xenofobia de funcionários de indústria em Joinville

Criminoso com ficha longa por assassinatos e roubos é preso em SC

Colunistas