nsc
dc

Crime

Presos pelo assassinato de Amanda Albach eram amigos da vítima, dizem advogados

Dois homens e uma mulher foram presos na quinta-feira, e um deles ajudou a localizar o corpo da jovem

03/12/2021 - 14h06 - Atualizada em: 03/12/2021 - 18h13

Compartilhe

Jean
Por Jean Laurindo
Corpo de Amanda foi encontrado nesta sexta-feira (3) após prisão de suspeitos
Corpo de Amanda foi encontrado nesta sexta-feira (3) após prisão de suspeitos
(Foto: )

Os advovagdos da família de Amanda Albach, de 21 anos, afirmam que os três presos suspeitos de matar a jovem, dois homens e uma mulher, eram amigos da vítima. A informação foi repassada ao G1 do Paraná. Segundo o delegado Bruno Fernandes, a pessoa próxima da vítima era a mulher, a quem ela já conhecia da cidade natal, no Paraná.

Corpo de Amanda Albach é encontrado enterrado em praia de SC

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Os três suspeitos foram presos nesta quinta-feira (2) em Canoas, no Rio Grande do Sul. De acordo com informações da Polícia, um deles coagiu Amanda a carregar uma pá e cavar a própria cova na areia. Em seguida, ela levou dois tiros e caiu no buraco, que foi tapado pelo suspeito. A motivação e os rumos da investigação foram esclarecidos em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (3).

Amanda estava desaparecida desde o feriado de 15 de novembro. Ela morava em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, mas havia viajado com um casal de amigos para passar o feriado em Imbituba, no Litoral Sul. Ela foi vista pela última vez em uma balada em Florianópolis.

Nesta sexta-feira (3), o corpo de Amanda foi encontrado na Praia do Sol, em Laguna, no Sul de SC. Amanda tinha uma filha de 2 anos. O corpo foi localizado com a ajuda dos suspeitos presos na quinta-feira.

Leia também

Saiba por que tantas cobras têm aparecido e assustado moradores em SC

Sintomas da variante Ômicron da Covid são diferentes? Veja

Conheça os 16 animais mais estranhos e raros vistos em SC

Colunistas