nsc
nsc

Arquitetura

Quem disse que paisagismo é só verde? Confira dicas para incluir flores na decoração e trazer mais cor aos ambientes

Especialistas do FG Arquitetos Associados dão sugestões para trazer mais vida para o lar ou até mesmo o ambiente de trabalho

09/12/2021 - 15h56

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Utilização de flores e plantas asseguram a manutenção do ecossistema e incrementam beleza e harmonia aos ambientes externos.
Utilização de flores e plantas asseguram a manutenção do ecossistema e incrementam beleza e harmonia aos ambientes externos.
(Foto: )

Embelezar, harmonizar, impressionar, inspirar… São tantas as razões pelas quais a presença das flores são utilizadas, seja em espaços internos ou externos, em residências ou no ambiente corporativo. Somente no Brasil existem, aproximadamente, 30 mil espécies de plantas com flores e a cada ano, descobrem entre 250 a 300 novas espécies, segundo informações divulgadas no ano de 2018, do Projeto Flora do Brasil 2020.

As flores asseguram a manutenção do nosso ecossistema, e também, são capazes de transformar simples ambientes em espaços com mais vida, cor e beleza. Os arquitetos Juliano Giuliani Pereira e Marcel Elias Felisberto, proprietários do escritório FG Arquitetos Associados, especializado em paisagismo, apostam na utilização de flores nos seus projetos, inovando na elaboração dos ambientes externos, e apostando nas cores para criar uma composição e contraste com outras espécies de plantas e folhagens. Eles explicam que, além de transformar o ambiente, as flores também trazem calmaria.

> Chillhouse: Conceito de “casa refúgio” cresce e prioriza o aconchego do lar

— As flores trazem um ar de tranquilidade e afetam diretamente os nossos sentidos. Essas mudanças são positivas para ambientes de trabalho ou mesmo de lazer — aponta Juliano.

Entre lares e ambientes corporativos

As flores e plantas possuem o poder de trazer tranquilidade aos ambientes, de exalar boas energias e se tornam aliadas também da criatividade e aumento da produtividade, quando utilizados em escritórios e ambientes corporativos. Nos projetos para empresas, os arquitetos explicam que para a escolha das espécies de flores, é preciso entender qual será o envolvimento do colaborador.

— Dependendo do projeto e da escala em que se aplica, é muito provável o uso de algumas espécies de flores, principalmente no uso de cores. Em projetos corporativos que possuem jardins que irão interagir positivamente com os colaboradores, sempre procuramos envolver em nossos trabalhos as flores com cores e cheiros; é uma estratégia que usamos muito para existir uma interação sensorial das pessoas com as plantas — explica Juliano, especialista em paisagismo.

Em projetos residenciais, o processo é parecido para a criação dos jardins.

— Criamos composições de flores com folhagens, pois as cores ficam mais vibrantes criando um belo contraste — complementa o arquiteto.

Cultivando flores em casa

O cultivo de flores, seja em casa ou nos ambientes corporativos, precisa ser analisado desde o início, pois não são todas as plantas que sobrevivem em ambientes fechados ou com pouca água e iluminação, por exemplo. Para cada espécie, existe uma maneira de tratar e cuidar, por isso, contar com orientação especializada é sempre uma boa opção.

— Antes de comprar qualquer espécie de flor para cultivar na sua residência ou empresa, em espaços interno ou externos, o ideal é se informar com um profissional da área de paisagismo, pois existem espécies de flores que são cultivadas na sombra e que, em contato com sol pleno, podem queimar, mas a grande maioria das flores são de cultivo em Sol pleno — comenta Marcel, do FG Arquitetos Associados.

Os arquitetos e paisagistas apontam que alguns tipos de flores ficam melhor em ambientes externos e outros internos. Além de se adaptarem melhor desta maneira, transformam os ambientes em que estão inseridas.

— Flores como rosas, orquídeas, hortênsias, amor-perfeito e gerânios são algumas das espécies que usamos em nossos projetos para espaços externos. Já violetas, antúrios, lírio da paz, begônia e, mais uma vez, orquídeas, são algumas flores que podem ser cultivadas dentro de casa — indica Juliano.

Saiba como cultivar o “jardim ideal”

O escritório FG Arquitetos Associados é especializado em paisagismo e aposta na aproximação dos projetos junto à natureza. Devido à maior facilidade no cultivo, algumas espécies de flores acabam se sobressaindo na escolha dos arquitetos. Confira dicas de Juliano e Marcel sobre quais flores você pode cultivar com facilidade na sua casa:

  • Agapanthus africanus: é uma flor conhecida principalmente em ambientes externos. É uma espécie com botões florais de fácil manutenção e de cultivo em sol pleno;

Espécie de planta muito utilizada em ambientes externos e de fácil cultivo.
Espécie de planta muito utilizada em ambientes externos e de fácil cultivo.
(Foto: )

  • Hortência: espécie arbustiva e ornamental com muito significado e simbolismo de devoção. Possui fácil manutenção. É preciso se atentar ao plantio, procurar um local que durante o dia receba pouco de sol e também sombra;

Uma das espécies mais utilizadas em jardins.
Uma das espécies mais utilizadas em jardins.
(Foto: )

  • Bougainvillea: conhecida popularmente como primavera, plantada nas espécies de trepadeira ou arbustiva, adora sol pleno e possui fácil manutenção;

De fácil manutenção, essa planta é conhecida como primavera.
De fácil manutenção, essa planta é conhecida como primavera.
(Foto: )

  • Onze-horas: é uma espécie de fácil manutenção com diversas cores disponíveis. É uma planta rasteira e pendente, se adapta em solo pobre em nutrientes e, por ser uma planta de folhas suculentas, ela armazena bastante líquido, podendo ficar alguns dias sem ser irrigada;

Planta Onze-horas
Planta Onze-horas é encontrada em diversas cores.
(Foto: )

  • Lavanda: conhecida por liberar um cheiro perfumado e muito gostoso, é ideal para jardins sensoriais. É uma planta que precisa de certa atenção, pois não gosta de solo encharcado e nem seco demais

Aroma de lavanda é ideal para jardins e ambientes internos.
Aroma de lavanda é ideal para jardins e ambientes internos.
(Foto: )

Confira o especial Viver a Natureza no NSC Total.

Leia mais

Plantas em ambientes internos: Especialista dá dicas de como escolher as melhores espécies

Conheça os cinco maiores projetos de paisagismo do mundo

Colunistas