O ministro da Justiça, Flávio Dino, anunciou nesta quarta-feira (12) novas medidas para reforçar segurança nas escolas. Entre elas, procedimentos que devem apurar a responsabilidade de plataformas virtuais na disseminação de ameaças e que podem provocar a suspensão das plataformas. As informação do g1.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

— A Secretaria Nacional do Consumidor vai instaurar imediatamente processos administrativos para apuração de responsabilidade de cada empresa. Em face da eventual violação do dever de segurança e do dever de cuidado em relação aos conteúdos vinculadores de conteúdos danosos, perigosos — disse o ministro.

Conforme Dino, o trabalho será coordenado com delegacias de crimes cibernéticos para identificar material de apologia a ataques. Outros pontos também serão intensificados, como a proibição de plataformas que aceitarem novos perfis de ameaçadores.

Uma sugestão de comitê estadual de segurança também será enviada aos governadores, além da determinação para que que plataformas sejam obrigadas a repassar ao delegado de polícia dados que permitam a identificação do usuário ou do terminal de conexão com a internet imediatamente a fim de facilitar as investigações da autoridade policial.

Continua depois da publicidade

As redes que não retirarem os conteúdos podem ser suspensas, segundo ele.

— Nós temos dois caminhos que nós vamos adotar concomitantemente: de um lado, sanções administrativas que podem chegar à suspensão da atividade da empresa. E, no caso de descumprimento, poderíamos chegar ao limite do banimento — explicou.

O ministro também afirmou que foram detectados “algo próximo a mil perfis” nas redes sociais que difundem ameaças a escolas. Os perfis foram encaminhados para as empresas para serem derrubados.

Jorginho anuncia reforço policial nas escolas estaduais de SC

Ataque a creche em Blumenau: famílias buscam informações no local

Leia também

Como evitar novas tragédias como o ataque a creche de Blumenau

Autor de ataque a creche de Blumenau tem prisão preventiva decretada pela Justiça

Lula desembarca na China para compromisso oficial; confira agenda do presidente

Deputada de SC, Júlia Zanatta denuncia conduta de parlamentar de esquerda, que chama caso de “fake news absurda

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total