nsc
dc

Pandemia

SC cancela novas transferências de pacientes com Covid-19 para hospitais do Espírito Santo

Deslocamento foi encerrado por aumento nas internações de UTIs nos hospitais capixabas; Estado fez cinco dos 16 transportes previstos

12/03/2021 - 17h40

Compartilhe

Jean
Por Jean Laurindo
Transferência de pacientes de SC para o Espírito Santo começou no dia 3 de março
Transferência de pacientes de SC para o Espírito Santo começou no dia 3 de março
(Foto: )

A Secretaria de Estado da Saúde e o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina anunciaram nesta sexta-feira (12) o fim das transferências de pacientes catarinenses internados com Covid-19 para hospitais do Espírito Santo. As informações são do portal G1 SC.

> Hospital Regional de São José fica sem energia elétrica e tem falha em gerador

As transferências já haviam sido suspensas por dois dias na terça-feira. Agora, estão serão mais feitas. Os aviões do Estado e dos bombeiros fizeram cinco das 16 transferências previstas.

Segundo o governo de SC, o motivo da suspensão das demais transferências seria o “aumento da demanda de pacientes capixabas nas unidades de saúde do Estado. O último balanço do governo do Espírito Santo mostrava taxa de ocupação de 84,53% dos leitos de UTI.

A Secretaria de Saúde do Espírito Santo informou ao portal G1 SC que que "a oferta de leitos para transferência de pacientes de outros estados está submetida a avaliação do comportamento da ocupação sustentada de 80%". Na terça, dia da suspensão, a taxa estava em 74,71%.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O último balanço do governo do Estado, de quinta-feira (11), mostrava a taxa de ocupação nos leitos adultos para Covid em 96,26%. No entanto, hospitais de todas as regiões enfrentam cenário de lotação e falta de vagas. O superintendente de Urgência e Emergência, tenente-coronel Diogo Losso, afirmou que não deve haver transferência de pacientes catarinenses para outros estados nos próximos dias, já que todos estão com altos índices de ocupação.

SC tem 387 pessoas na fila de espera por leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). SC iniciou as transferências no dia 3 de março, em voos diários e individuais. O caso mais recente é de um paciente de 59 anos transferido de Chapecó na terça-feira (9), dia em que foi anunciada a suspensão.

O primeiro paciente transferido, um homem de 34 anos, não resistiu às complicações da doença e morreu. O corpo dele foi trazido de volta a SC e sepultado na terça-feira (9), em Chapecó.

* Com informações do portal G1 SC

Leia também

Surf, caminhada em parques e bares: o que está proibido em SC no fim de semana

Lockdown em SC na Justiça: entenda o processo que pede restrições por 14 dias no Estado

Santa Catarina tem 21 casos da variante brasileira do coronavírus

Colunistas