nsc
dc

Indústria

SC é o Estado com a maior queda da produção industrial em março

Por outro lado, nove dos 15 locais pesquisados no Brasil tiveram expansão frente ao mês anterior

10/05/2022 - 15h47

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
No acumulado do ano, Santa Catarina teve recuo de 8,9% na produção industrial
No acumulado do ano, Santa Catarina teve recuo de 8,9% na produção industrial
(Foto: )

Santa Catarina foi o Estado do país que teve a maior queda na produção industrial em março, de acordo com dados divulgados pelo IBGE nesta quinta-feira (10). A retração foi de 3,8% frente a fevereiro. Por outro lado, nove dos 15 locais pesquisados no Brasil tiveram expansão se comparado ao mês anterior (veja ranking abaixo).

Receba notícias do DC via Telegram

No acumulado do ano, Santa Catarina teve recuo de 8,9% na produção industrial no primeiro trimestre de 2022 em relação ao mesmo período de 2021. O resultado é o 13º entre os 15 locais pesquisados nessa comparação. A fabricação de produtos têxteis é a atividade que teve a maior queda no ano (-25%).

Apenas três das 12 atividades pesquisadas acumulam variações positivas no primeiro trimestre: fabricação de produtos de madeira (2,8%), fabricação de produtos minerais não-metálicos (1,4%) e fabricação de produtos alimentícios (0,1%).

Produção industrial no Brasil

Enquanto Santa Catarina registrou recuo na produção industrial em março, a média de crescimento no país foi positiva: 0,3%. O estado que teve a maior alta foi São Paulo (8,4%). Veja o ranking:

  1. São Paulo: 8,4%
  2. Ceará: 3,8%
  3. Mato Grosso: 2,8% 
  4. Minas Gerais 2,4%
  5. Rio de Janeiro 2,1%
  6. Nordeste 1,8%
  7. Paraná 0,6%
  8. Amazonas 0,3%
  9. Bahia 0,1%
  10. Goiás -0,2%
  11. Rio Grande do Sul -0,3%
  12. Pernambuco -1,1%
  13. Espírito Santo -3,0%
  14. Pará -3,3%
  15. Santa Catarina -3,8%

Leia também

Frete deve subir até 5,4% em SC após aumento do diesel

SC tem oito empresas entre os 100 maiores atacadistas e distribuidores do país; veja lista

ICMS em SC: o que muda para quem vende e quem compra leite, farinha e alimentos em bar?

Colunistas