nsc
    dc

    Pandemia

    SC tem 11,1 mil pessoas que já receberam segunda dose da vacina contra a Covid-19

    Números foram divulgados nesta sexta-feira em balanço da Dive-SC; primeiros vacinados do Estado começaram a receber o reforço da imunuização

    12/02/2021 - 17h59 - Atualizada em: 12/02/2021 - 18h21

    Compartilhe

    Jean
    Por Jean Laurindo
    Enfermeiro Júlio César Vasconcellos de Azevedo foi o primeiro vacinado de SC e nesta semana recebeu a segunda dose da vacina contra Covid-19
    Enfermeiro Júlio César Vasconcellos de Azevedo foi o primeiro vacinado de SC e nesta semana recebeu a segunda dose da vacina contra Covid-19
    (Foto: )

    Santa Catarina chega ao fim da primeira semana de aplicação da segunda dose da vacina contra Covid-19 com 11.132 pessoas que já receberam as duas doses dos imunizantes. Os dados foram divulgados na tarde desta sexta-feira (12), em boletim da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive-SC).

    > Justiça proíbe trio elétrico no Carnaval de Balneário Camboriú

    A primeira parcial, divulgada ainda no início da semana, indicava que apenas 494 catarinenses já haviam recebido a segunda dose das vacinas. O total de segunda dose já aplicado representa 5,4% do total de imunizantes já administrados em SC. Em todo o Estado, 129.778 vacinas já foram aplicadas até esta sexta-feira, somando as doses 1 e 2.

    Entre as 11,1 mil segundas doses aplicadas no Estado, a maior parte foi para trabalhadores da saúde - 9.346 doses, 84% das segundas doses e 7,2% de todas as doses aplicadas em SC desde o início da imunização (D1 + D2). Houve ainda 1.451 idosos em instituições de longa permanência que receberam a segunda dose (13% de todas as segundas doses) e 330 indígenas contemplados com o reforço na imunização. Os idosos com 90 anos ou mais começaram a receber a primeira dose apenas nesta semana.

    A segunda dose é necessária para garantir a proteção total oferecida pela vacina contra o novo coronavírus. Os municípios também aceleraram a aplicação das segundas doses ao longo desta semana. Até esta sexta-feira, Florianópolis informava ter 2.317 pessoas já imunizadas com duas doses dos imunuzantes. Joinville, no Norte do Estado, por sua vez, informou que iria iniciar apenas nesta sexta-feira a aplicação das segundas doses. Em Blumenau, 1.141 pessoas haviam recebido a segunda dose até a tarde de quinta-feira (11).

    Regiões com maiores e menores números de segunda dose

    Em números absolutos, as regiões que mais aplicaram a segunda dose da vacina contra a Covid-19 foram a Grande Florianópolis (2.828), Mafra (1.189) e Lages (1.170).

    Por outro lado, as regiões de Araranguá (21), Jaraguá do Sul (34) e São Miguel do Oeste (63) tiveram os menores números absolutos de segundas doses já aplicadas até esta sexta-feira, segundo os dados da Dive-SC, todas com menos de 100 doses de reforço já ministradas.

    > Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

    Primeiro vacinado de SC já recebeu segunda dose

    Entre os 11.132 que já receberam a segunda dose em SC está o enfermeiro Júlio César Vasconcellos de Azevedo, 55 anos. Ele foi o primeiro catarinense a receber a vacina contra o novo coronavírus em Santa Catarina, em um ato simbólico feito no dia 18 de janeiro. Nesta quinta-feira (11), 24 dias depois, ele recebeu a segunda dose do imunizante, no hospital em que atua há 28 anos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), lidando com casos graves de Covid-19 desde o início da pandemia.

    A orientação passada para o enfermeiro foi de que a proteção total oferecida pela vacina só necessita de mais 28 dias a partir da segunda dose. Mesmo mantendo os cuidados de prevenção, o profissional revela um alívio após receber este reforço do imunizante.

    – A gente se sente mais seguro. Era bom que houvesse vacina para todo mundo, ou pelo menos para todos os profissionais de saúde, porque mesmo no hospital em que trabalho há trabalhadores de outros setores que ainda não receberam nem a primeira dose. Mas a vacinação é importante, não tive nenhuma reação e incentivo as pessoas a tomarem, porque só assim vamos vencer esse vírus – conta.

    O aposentado João de Jesus Cardoso, 81 anos, que também foi vacinado na abertura da campanha de imunização em SC representando os idosos que moram em casas de repouso, deve receber a segunda dose do imunizante na próxima semana. Já a líder indígena Kerexu Yxapyry, que foi a primeira imunizada no grupo de indígenas que moram em aldeias, deve ser imunizada com a dose 2 da CoronaVac na segunda-feira (15).

    > Fura-fila da vacinação: Pena de prisão e multa são aprovadas na Câmara

    Primeira brasileira vacinada também recebeu reforço

    Quem também recebeu a segunda dose da vacina contra a Covid-19 foi a enfermeira Mônica Calazans, de São Paulo. Ela foi a primeira brasileira a receber a vacina contra o coronavírus, no dia 17 de janeiro. Nesta sexta-feira (12), participou de uma solenidade do governo de São Paulo para receber a segunda dose. Ela aproveitou a ocasião para encorajar as pessoas a tomarem a vacina e defender os trabalhadores de saúde.

    – Eu fiz isso pelos brasileiros, tomei a vacina do Butantan com muito orgulho e falo, com a boca cheia, é a vacina de São Paulo, é a vacina do Brasil, e o que estávamos esperando realmente para sairmos dessa prisão que todos nós estamos vivendo – afirmou, em reportagem do portal G1.

    > Prefeito de Chapecó admite que sistema de saúde está próximo do colapso

    > Florianópolis terá força-tarefa para vacinação de idosos com mais de 90 anos

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas