nsc
dc

Exclusivo

SC tem 27 cidades com mais de 20% da população infectada com a Covid-19

Presidente Castello Branco apresenta a maior taxa, onde 31,03% tiveram resultado positivo para o vírus

30/07/2021 - 15h52

Compartilhe

Cristian Edel
Por Cristian Edel Weiss
Por Luana Amorim
Mais de um milhão de casos já foram confirmados no Estado desde o início da pandemia
Mais de um milhão de casos já foram confirmados no Estado desde o início da pandemia
(Foto: )

Ao menos 27 cidades catarinenses têm mais de 20% da população infectada com a Covid-19. Isso siginifica que, desde o início da pandemia, um a cada cinco moradores foi contaminado com o vírus, segundo dados do Painel do Coronavírus do NSC Total até esta quinta-feira (29).

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Na lista, dos 27 municípios, 16 têm até 10 mil habitantes. Mas cidades com grande índice populacional também entram no ranking. Brusque, por exemplo, tem uma taxa de 20,64% - dos 137.689 habitantes, 28.421 testaram positivo para o vírus. É a maior entre os que têm mais de 100 mil habitantes.

A cidade com o maior número é Presidente Castello Branco. Cerca de 31,03% da população do município do Meio-Oeste catarinense - que é de 1.547 habitantes - já foram diagnosticadas com coronavírus. Desde o início da pandemia, foram confirmados 480 casos e quatro mortes. No momento, não há casos ativos. 

Em contrapartida, a vacinação segue acelerada no município. Até esta quinta-feira (29), 69,36% da população já haviam tomado a primeira dose, enquanto 31,93% estão totalmente imunizadas com a segunda dose ou a vacina de dose única. 

Presidente Castello Branco é a cidade que apresenta a maior taxa de contaminação do Estado
Presidente Castello Branco é a cidade que apresenta a maior taxa de contaminação do Estado
(Foto: )

Do outro lado, a cidade que tem a menor taxa de incidência da Covid-19 em Santa Catarina é Bela Vista do Toldo, no Planalto Norte. O município tem 6.362 moradores, sendo que 80 foram contaminados pelo vírus desde o início da pandemia - uma taxa de 1,27%. Dois casos continuam ativos, ou seja, ainda podem transmitir o vírus. Ao todo, são três mortes. 

Mas, ao avaliar o ritmo da vacinação, os números estão bem abaixo. Até esta quinta, apenas 12,76% da população estão totalmente imunizados no município, uma das menores taxas do Estado. Em relação a primeira dose, a vacina foi aplicada em 44,62% dos moradores. 

> Mapa de risco da Covid em SC terá novos critérios a partir deste fim de semana

Entre as cidades com mais de 100 mil habitantes, São José tem a menor taxa 

Entre os municípios com mais de 100 mil habitantes em Santa Catarina, São José, na Grande Florianópolis é o que apresenta a menor taxa de contaminação, com 13,74%. Isto significa que dos 250.181 habitantes, 34.381 foram infectados. 

Além de Brusque, que é a cidade entre os grandes municípios com a maior taxa, os destaques também vão para Tubarão, no Sul, e Jaraguá do Sul, no Norte, com 19,61% e 17,77% da população infectada, respectivamente. A Capital, Florianópolis, tem 15,46%, com 78.670 dos 508.826 moradores positivados, enquanto Joinville, a cidade mais populosa de Santa Catarina, tem 17,03%, com 101.808 dos 597.658 confirmados. 

Até esta sexta-feira (30), 1.110.742 casos foram confirmados em Santa Catarina desde o início da pandemia. Em relação as mortes, são 17.932. A taxa de letalidade é de 1,61%. 

Veja as cidades com a maior taxa de contaminação em SC

-Presidente Castello Branco: 480 casos (31,03% da população); 

-Tunápolis: 1.152 casos (25,46% da população); 

-Braço do Norte: 8.555 casos (25,25% da população); 

-Zórtea: 850 casos (25,01% da população); 

-Sul Brasil: 601 casos (24,80% da população); 

-Jaborá: 949 casos (24,22% da população); 

-Jardinópolis: 370 casos (23,93% da população); 

-São Martinho: 748 casos (23,59% da população); 

-Forquilhinha: 6.399 casos (23,52% da população); 

-Orleans: 5.308 casos (23,04% da população); 

-Tigrinhos: 372 casos (22,98% da população); 

-Águas Frias: 536 casos (22,77% da população); 

-São Ludgero: 3.079 casos (22,56% da população): 

-Ouro: 1.618 casos (22,25% da população); 

-Capinzal: 5.068 casos (22,00% da população); 

-Treviso: 868 casos (21,89% da população); 

-Joaçaba: 6.650 casos (21,87% da população); 

-Balneário Piçarras: 5.105 casos (21,47% da população); 

-Lacerdópolis: 481 casos (21,41% da população); 

-Cocal do Sul: 3.558 casos (21,15% da população); 

-Vargem: 514 casos (21,13% da população); 

-Entre Rios: 669 casos (20,79% da população); 

-Videira: 11.143 casos (20,79% da população); 

-Concórdia: 15.518 casos (20,64% da população); 

-Brusque: 28.421 casos (20,64% da população); 

-Grão Pará: 1.352 casos (20,50% da população); 

-Lindóia do Sul: 930 casos (20,46% da população). 

Leia também: 

Pomar congelado e "bolhas de gelo": frio intenso em SC cria paisagens impressionantes

Quais os riscos de não tomar a segunda dose de vacina da Covid-19

Ataques racistas e homofóbicos são publicados em página cultural de Balneário Camboriú após invasão

Colunistas