nsc
dc

Alerta

SC mantém alerta de rajadas de vento de 70 km/h nesta quarta e quinta-feira

Vendaval deve atingir o Litoral Sul e a região da Grande Florianópolis

24/11/2020 - 13h48 - Atualizada em: 25/11/2020 - 09h01

Compartilhe

Carolina
Por Carolina Fernandes
vendaval_ventos_fortes
Vendaval vai atuar no Estado entre quarta (25) e quinta-feira (26)
(Foto: )

O alerta de rajadas de vento de até 70 km/h está mantido pela Defesa Civil e deve atingir a região do Litoral Sul e a Grande Florianópolis nesta quarta-feira (25) e quinta-feira (26). O vendaval estava previsto para o começo da manhã de quarta e deve permanecer atuando nas áreas afetadas até 06h de quinta-feira. 

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

O aviso da ocorrência ventos moderados e persistentes na região do litoral já havia sido emitido pela Defesa Civil na manhã de terça-feira (24). No dia, somente a região do Litoral Sul estava incluída na previsão. Agora, o alerta se estende para toda a região da Grande Florianópolis. 

Cuidados

A Defesa Cilvil reforçou que em casos de ventos fortes algumas orientações devem ser seguidas para evitar acidentes: 

- Buscar local abrigado, longe de árvores, placas, postes de energia e de outros objetos que possam ser arremessados,

- Proteger-se em locais longe de janelas.

Outros alertas

Nesta semana a Defesa Civil também emitiu um alerta sobre o alto risco de queimadas no Oeste e Extremo Oeste de Santa Catarina. Em todo o Estado, até novembro, o Corpo de Bombeiros Militar atendeu 57% a mais de incêndios florestais do que no mesmo período do ano passado. Na terça (24) e na quarta-feira (25), o risco sobe para muito alto nas regiões do Extremo Oeste e parte do Oeste do Estado. Nestas regiões, a umidade relativa do ar deve ficar abaixo de 30%, o que contribui para dificultar o controle das chamas.

Em todo o litoral do estado a Epagri prevê e alerta sobre a incidência de maré seca até sexta-feira (27). A persistência do vento norte e nordeste associado com a alta pressão, favorece o afastamento das águas da costa. Como o fenômeno amplia a faixa de areia nas praias, isso pode prejudicar a saída e entrada de embarcações e causar encalhes.

Leia Mais:

> Amigos e familiares pedem por justiça no caso de empresário encontrado morto em SC

> Produtores de leite de SC vendem animais por falta de água e alimento

Colunistas