nsc
dc

VERÃO 2022

SC terá centros de testagem contra Covid gratuitos durante a temporada de verão

Conforme a Dive, serão testes de antígeno, com resultado que sai em até 20 minutos; medida faz parte da operação Verão Seguro

20/12/2021 - 10h16 - Atualizada em: 20/12/2021 - 12h33

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
Camilla
Por Camilla Martins
Governo do Estado prepara ações para um verão seguro em Santa Catarina
Governo do Estado prepara ações para um verão seguro em Santa Catarina
(Foto: )

Com o desafio de garantir a segurança durante um verão com expectativa de movimento pré-pandemia em Santa Catarina, Centros de Testagens para Covid-19 serão implantados em locais com fluxo intenso de turistas. Essa é uma das ações que serão tomadas pelo Estado na temporada 2021/2022.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Segundo Eduardo Macário, superintendente de Vigilância em Saúde do Estado de Santa Catarina, serão disponibilizados testes de antígeno gratuitos, com resultado que sai em até 20 minutos. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) vai ceder os testes, equipamentos e as tendas que serão montadas em aeroportos, rodoviárias, além de lugares com grande circulação de pessoas. A definição dos locais onde os centros de testagem serão instalados ficará sob a responsabilidade dos municípios.

Ações na temporada

A expectativa das autoridades é que a próxima temporada de verão seja muito movimentada no Estado, com a presença de turistas do Brasil e do exterior. 

— Há uma demanda represada por causa da pandemia. O fluxo de turistas neste ano vai crescer muito — explica Renê Meneses, presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur).

Nesta segunda-feira (20), o Governo do Estado lançou a operação Verão Mais Seguro em um evento no Bolsão da Casan, na Avenida Beira-Mar Norte, em Florianópolis. Além dos cuidados quanto à transmissão do coronavírus, vigilância epidemiológica e sanitária, foram apresentadas ações relacionadas à promoção de SC como destino turístico, segurança pública, fornecimento de água e energia elétrica, proteção a banhistas e fiscalização rodoviária. 

O Corpo de Bombeiros vai operar em 169 balneários com um efetivo de 2.130 guarda-vidas civis e 80 militares. Para garantir maior segurança nas praias, socorristas do Oeste do Estado serão deslocados para as cidades do litoral, de acordo com o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), coronel Barcelos.

— Nós vamos estar operando com picos de até 1,5 mil salva vidas. Todo o nosso aparato é reforçado durante a operação veraneio, de forma que a gente possa incrementar o serviço de salvamento aquático nas praias que não recebem o serviço o ano inteiro e acima de tudo reforçar os nossos atendimentos emergenciais, mais acidentes, mais incêndios, que também aumentam durante a temporada — informou o comandante.

Ainda no campo da Segurança Pública, até o dia 6 de março de 2022, os 531 novos soldados da Polícia Militar devem compor o efetivo que participará da operação. 

No setor da energia, com um investimento de R$ 15.600.000, a Celesc adiquiriu dois transformadores móveis (subestações volantes) que estão prontos para operar quando houver demanda no sistema elétrico. Com os novos aparelhos, 14 subestações móveis ficam à disposição para serem usadas na recomposição da rede de distribuição em caso de necessidade.

Manutenção dos protocolos

Durante o lançamento da Operação Verão Mais Seguro, o governador Carlos Moisés (sem partido) afirmou que os protocolos adotados durante a pandemia da Covid-19 devem ser mantidos e que a testagem, monitoramento e rastreabilidade dos casos são relevantes para o controle da doença no Estado. 

— Nós não temos que ter medo, temos que manter os protocolos. Onde houver reunião de púbico, especialmente, é preciso certificar que as pessoas estão vacinadas. Aquelas que não estejam vacinadas, que façam teste apresentando que não estão com a doença, como acontece nos países desenvolvidos — disse Moisés. 

Questionado sobre visitantes que vêm de outros países, o governador ressaltou que as regras serão as mesmas. 

— A relação com os estrangeiros é regulada pelo governo federal nas suas ações de cuidar de fronteiras, mas, independentemente, para aqueles que vêm em Santa Catarina os procedimentos serão os mesmos: de exigir protocolos — afirmou.

Leia também

Calor de quase 40ºC antecede início do verão em SC; veja

Como as praias do Litoral Norte de SC se preparam para a temporada de verão

Por que o alargamento da praia em Balneário Camboriú atraiu tubarões

Prédio mais alto da América do Sul tem Neymar, Luan Santana e números recordes em Balneário Camboriú

Colunistas