nsc
dc

Vegetação em chamas

SC teve 35 incêndios florestais em 11 cidades no fim de semana

Ocorrências foram atendidas pelo Corpo de Bombeiros em áreas de preservação e lavouras, especialmente no Oeste

09/11/2020 - 15h29 - Atualizada em: 09/11/2020 - 15h43

Compartilhe

Caroline
Por Caroline Borges
Lucas
Por Lucas Paraizo
incêndio atingiu neste domingo o Parque Nacional das Araucárias
O Parque Nacional das Araucárias, entre Ponte Serrada e Passos Maia, foi um dos atingidos
(Foto: )

Ao menos 35 incêndios em vegetação foram combatidos pelo Corpo de Bombeiros no Oeste de Santa Catarina neste fim de semana. Com a estiagem que afeta o Estado e o tempo seco, as chamas se alastraram com facilidade em áreas de preservação e lavouras.

> Vídeo mostra redemoinho de fumaça em incêndio no Oeste de SC

Segundo o tenente Miguel Moraes Gomes, a primeira ocorrência foi na sexta-feira (6). Somente em Xanxerê e Campo Erê, os bombeiros atenderam seis ocorrências em cada uma das cidades. Confira a lista dos incêndios registrados pelos bombeiros:

- Entre Rios: 2 incêndios

- Vargeão: 2 incêndios

- Abelardo Luz: 4 incêndios

- Coronel Martins: 1 incêndios

- Ponte Serrada: 2 incêndios

- Passos Maia: incêndios

- Lajeado Grande: 1 incêndios

- Xanxerê: 6 incêndios

- Xaxim: 4 incêndios

- São Lourenço do Oeste: 2 incêndios

- Campo Erê: 6 incêndios

Ainda não há um levantamento levantamento sobre as perdas para o bioma. O Parque Nacional das Araucárias, entre Ponte Serrada e Passos Maia, foi um dos atingidos. O local abriga árvores e animais em risco de extinção.

Após dez horas de combate às chamas, o incêndio foi controlado. Todos os focos no parque foram apagados pelas equipes dos bombeiros e trabalhadores da região que ajudaram no rescaldo.

A estiagem que atinge o estado e o tempo seco ajudaram para que as chamas se propagassem com facilidade.

Em entrevista ao G1 SC, o tenente Gomes afirmou que principal causa do fogo pode estar associada a limpezas de terrenos de forma irregular.

— Não foi feito levantamento das causas ainda, porém, a gente estava em risco elevado de incêndio florestal devido a estiagem, falta de chuva e ventos quentes. Então, qualquer início pode causar um incêndio grande e grave — afirmou.

Há previsão de chuva para as áreas atingidas nesta segunda-feira (9). Com isso, os bombeiros esperam que o fogo que ainda estiver aceso se apague.

*Com informações do G1 SC.

> Suínos estão sendo abastecidos com caminhões pipa em Joaçaba; situação de emergência foi decretada

​>"Cenário é preocupante", diz secretário de Agricultura sobre estiagem em SC

Colunistas