nsc
dc

Imunização

Segunda fase da vacinação contra a Covid em SC vai iniciar com idosos acima de 90 anos

Governo anunciou nesta quinta (4) escalonamento para vacinação de idosos no Estado e informou que segunda fase inicia assim que Ministério da Saúde enviar novas doses

05/02/2021 - 05h00

Compartilhe

Por Guilherme Simon
Vacinação contra a Covid em SC
Até terça-feira (2), Santa Catarina havia vacinado 70.558 mil pessoas
(Foto: )

A segunda fase da vacinação contra a Covid em Santa Catarina iniciará com os idosos acima de 90 anos, anunciou nesta quinta-feira (4) a Secretaria de Estado de Saúde. Segundo a pasta, a imunização do grupo começará assim que o Estado receber nova remessa de doses do Ministério da Saúde.

> Com UTIs lotadas, Chapecó anuncia novas restrições para bares e eventos

De acordo com o secretário de Saúde de Santa Catarina, André Motta Ribeiro, assim que um novo lote de vacinas chegar ao Estado, ele será imediatamente distribuído para as 17 unidades descentralizadas de Vigilância Epidemiológica para uma nova etapa de vacinação. A data de entrega das novas doses não foi informada.

Conforme a SES, a vacinação dos idosos, nesse primeiro momento, será escalonada, iniciando por aqueles com 90 anos ou mais. Depois, será a vez do público com idade entre 85 e 89 anos, 80 e 84 anos, e, por fim, 75 a 79 anos. Os idosos das demais faixas etárias serão vacinados nas fases seguintes.

— Enquanto nós avançamos nessa segunda etapa da campanha de vacinação, continua, de forma gradual, a vacinação dos trabalhadores de saúde, com a priorização para aqueles que atuam na linha de frente — pontua o superintendente de Vigilância em Saúde de SC, Eduardo Macário.

> Começa pré-cadastro para vacinação de idosos contra o coronavírus em SC

Santa Catarina recebeu 213.140 doses de vacinas contra o novo coronavírus até agora. As doses foram encaminhadas pelo Ministério da Saúde (MS) ao Estado em três remessas, que chegaram nos dia 18, 24 e 25 de janeiro.

Até a última terça-feira (2), Santa Catarina havia vacinado 70.558 mil pessoas. Foram imunizados profissionais da saúde (61.114), idosos institucionalizados (6.310), pessoas com deficiência na mesma condição (260) e a população indígena (2.874).

Colunistas