nsc
santa

Turismo

Sem Oktoberfest em 2021, iniciativas tentam atrair turistas para Blumenau e região

Ações feitas por empresas, clubes de caça e tiro e grupos de amigos miram público simpático às tradições germânicas

19/10/2021 - 17h47

Compartilhe

Por Valeska Lippel
Planetapéia fez uma festa típica para manter viva a tradição
Planetapéia fez uma festa típica para manter viva a tradição
(Foto: )

As cores da festa estão por toda a parte em Blumenau, mas o convite é para a Oktoberfest de 2022. Sem o tradicional evento que estaria ocorrendo este mês, são empresas da região que dão o tom festivo ao mês mais alemão do Vale do Itajaí. No Parque Vila Germânica, a decoração, a música e a gastronomia criam uma pequena Oktober para os visitantes na tentativa de atrair os turistas.

> Receba notícias do Vale do Itajaí pelo WhatsApp

— Nós somos de Astorga, no Paraná. Viemos à região para negócios e aproveitamos a Oktoberfest. Estamos adorando. Mesmo sem estar tendo a festa normal, tradicional, a gente está sentindo o clima da Oktoberfest, o que é muito bacana — diz a empresário Indianara Siena.

Sem desfiles, as tradicionais bicicletas que costumavam circular pela Rua XV de Novembro este ano estão paradas. Mas se elas não vão à festa, a festa vai até elas. Para a data não passar em branco, o Planetapéia abriu as portas da sede em Blumenau para uma festa típica com música, gastronomia, trajes e muito chope.

— O Planetapéia é a chama da alegria, chama da Oktoberfest, e pelos 34 anos da centopeia, onde nasceu o Planetapéia, temos a obrigação de deixar a chama da Oktoberfest viva — afirma Nerino Furlan, fundador do Planetapéia.

O centro da cultura alemã de Blumenau que mantém vivas as tradições o ano inteiro também apostou em ações específicas para o mês. O almoço típico com muita fartura de pratos germânicos e bandinhas enfatizou a importância desses espaços para a cidade. Uma combinação que atrai gente de toda a parte.

— É importante mantermos uma tradição festiva, uma tradição de alegria, que o povo blumenauense sabe fazer muito bem. Não só pela questão histórica que a gente tem, mas pela festa em si. Vocês sabem que as festas de cerveja já existiam muito antes da nossa Oktoberfest. Aqui no Centro Cultural 25 de Julho de Blumenau, criamos agora esse almoço alemão justamente para resgatar essa alegria do povo blumenauense. Resgatar o que a gente faz de melhor — conta Clay Schulze, presidente do Centro Cultural 25 de Julho.

> Onde será construído o futuro Museu da Oktoberfest Blumenau

E não são apenas os empreendimentos de Blumenau que apostam na Okober. O Beto Carrero World, maior parque temático da América Latina, que fica aqui em Penha, no Litoral Norte de SC, também abraçou a ideia e investiu em um mês com o parque decorado e com o horário estendido até as 23h nas sextas e nos sábados.

Parque Beto Carrero criou programação alusiva à Oktoberfest
Parque Beto Carrero criou programação alusiva à Oktoberfest
(Foto: )

Unindo a tradição com a diversão, além da tradicional área temática da Vila Germânica, a praça de alimentação também ganhou as cores da festa e músicas. Outra aposta está na gastronomia. São seis estações com um cardápio exclusivamente feito para a Oktober do parque, inclusive com drinks inspirados na culinária alemã.

— Essa tradição, essa valorização, esse resgate, não é só uma festa. Estamos falando de uma cultura, estamos falando aqui dos imigrantes que vieram para cá, então para nós é muito mais do que só uma festa. É algo que nós nos sentimos vivos, curtimos com as nossas famílias. O parque oferece muito isso ter um momento de lazer fora do dia a dia — destaca Heiko Grabolle, chef de cozinha alemão.

A festa no parque temático vai até o dia 15 de novembro durante todo o dia e conta com um passaporte especial e mais barato, para quem for no fim da tarde. Uma chance também de mostrar as tradições regionais aos turistas. As ações preenchem uma lacuna deixada pela ausência da segunda maior Oktoberfest do mundo e dão opções para quem, em escala menor, quer celebrar a tradição.

— Somos de São Bento do Sul, e viemos porque gostamos da tradição alemã — diz Camila Michalsky, professora, enquanto visitava o Centro Cultural 25 de Julho.

Clube 25 de Julho mantém as tradições germânicas o ano inteiro
Clube 25 de Julho mantém as tradições germânicas o ano inteiro
(Foto: )

— Isso reflete o espírito do povo catarinense, e a Oktoberfest sempre foi uma renovação pra Santa Catarina. E agora ainda mais. É um novo motivo pra gente renovar. Antes foi a enchente, agora a gente vai renovar com o fim da pandemia — finaliza a advogada Daniele Haak, durante uma visita ao Planetapéia.

Leia também

> Oktoberfest Blumenau 2022; veja a data

> Quais cidades do mundo têm Oktoberfest; veja histórias de cada uma

> Blumenau sente falta da Oktoberfest? Uma pesquisa da Furb tentou descobrir

Colunistas