nsc
dc

Economia

Setor de serviços se recupera e cresce 15% acima do cenário pré-pandemia, aponta IBGE

Em novembro de 2021, SC teve o segundo maior crescimento do país

13/01/2022 - 12h20 - Atualizada em: 13/01/2022 - 13h20

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
Setor de serviços em Santa Catarina cresceu ​​mais de 15% acima do cenário pré-pandemia
Setor de serviços em Santa Catarina cresceu ​​mais de 15% acima do cenário pré-pandemia
(Foto: )

O setor de serviços em Santa Catarina cresceu ​​mais de 15% acima do cenário pré-pandemia, conforme dados do IBGE. A Pesquisa Mensal dos Serviços, divulgada nesta quinta-feira (13), aponta que SC, em novembro de 2021, teve o 2º maior crescimento entre os 27 estados do Brasil. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp 

Após uma queda no volume de serviços em outubro, o índice catarinense voltou a subir e teve uma alta de 3,7% em novembro de 2021, puxado pelos serviços de informação e comunicação. O resultado é apenas menor que o de São Paulo (4,0%).  

Este resultado mostra uma recuperação dos serviços no estado. Conforme o IBGE, o volume dos serviços cresceu 15,3% acima do patamar pré-pandemia, considerando os dados de fevereiro de 2020. Índice bem acima do nacional que teve crescimento de 4,5%. 

SC tem 5º maior crescimento no acumulado de 2021

Entre janeiro e novembro de 2021, o volume de serviços em Santa Catarina apresentou crescimento de 14,9%, na comparação com o mesmo período de 2020. O estado mantém o quinto melhor resultado do país.  

No acumulado do ano, todas as categorias acumulam índice positivo no estado. Os transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio acumulam o maior avanço no ano, posição que já havia sido alcançada em setembro, com alta de 18,4%.  

Turismo registra queda  

Por outro lado, o resultado de novembro não foi positivo para o setor de turismo em Santa Catarina, que caiu 0,2% na comparação com outubro. Apenas outros três estados também tiveram queda: Bahia, Pernambuco e Espírito Santo.  

Segundo os dados do IBGE, em novembro de 2021, o segmento de serviços turísticos ainda estava 13,4% abaixo do patamar pré-pandemia, de fevereiro de 2020. A pesquisa de dezembro, entretanto, deve apontar um avanço do índice, refletindo os dados da temporada de verão.

Leia também

SC ganhou 29 mil empresas no setor de serviços em dez anos

SC pode ter 2022 com mais empregos e queda de preços, dizem especialistas

Quatro cidades de SC seguem na lista das mais ricas do país; veja ranking

Colunistas