nsc
santa

Honestidade

Taxista acha carteira com R$ 5 mil em Blumenau e história curiosa tem final feliz

Homem encontrou carteira no chão e mobilizou internet para devolver à dona

17/05/2022 - 15h14 - Atualizada em: 17/05/2022 - 16h09

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Taxista encontrou carteira na Rua Amazonas, no Garcia
Taxista encontrou carteira na Rua Amazonas, no Garcia
(Foto: )

Um morador de Blumenau encontrou uma carteira com R$ 5 mil e vários cartões com as senhas e decidiu ir atrás da dona. Depois de uma mobilização na internet, o dinheiro voltou às mãos da proprietária. Ela deixou a carteira em cima do carro ao sair de uma cooperativa de crédito na região Sul da cidade, embarcou e partiu. 

Depois que o objeto caiu na via, Edson Schlogl fez o possível para resolver o drama. 

> Acesse para receber as notícias do Santa por WhatsApp

O homem de 55 anos recolheu a carteira e tentou alcançar a desconhecida, mas não conseguiu. Depois de publicações na web, pôde devolver todo o valor. 

Edson trafegava pela Rua Amazonas, no Garcia, depois de buscar a esposa no trabalho, no começo da noite de sexta-feira (13). De repente, notou que uma carteira caiu de cima do carro que estava na frente dele. Conta que chegou a passar sobre o objeto, mas voltou para recolhê-lo na intenção de devolver. Na corrida para alcançar a dona, um semáforo fechado tornou a missão impossível. 

Ele então procurou a proprietária nas redes sociais. 

Sem sucesso, jogou em um grupo no WhatsApp uma imagem da identidade dela. Em paralelo, a filha da idosa publicou na internet o que havia acontecido e não demorou muito para a ponte entre eles acontecer. 

— Havia R$ 4,9 mil dentro da carteira e 16 cartões, a maioria com as senhas junto. Ela contou que sacou o valor para pagar prestações. Estava muito nervosa quando chegou na minha casa com a filha, mas eu jamais ficaria com o que não é meu — diz Edson. 

Taxista há uma década e pai de dois meninos de 9 e 14 anos, esta não foi a primeira vez que Edson deu exemplo de honestidade. Ele revela que por conta da profissão já encontrou diversos pertences esquecidos pelos clientes dentro do próprio veículo ou até nas ruas, mas em todos os episódios fez o possível para encontrar os proprietários. 

Na última sexta-feira, o que impressionou o trabalhador foi a quantia, a mais alta que já achou, e as senhas anotadas nos cartões — um prato cheio se tivesse caído em mãos erradas. 

Imaginando o desespero da idosa, fez o possível para resolver o problema o quanto antes. Naquela mesma noite, a família do Garcia foi à residência de Edson, no bairro Velha, e pegou a carteira de volta. 

Mesmo pagando aluguel e com as dificuldades financeiras que tantos outros brasileiros passam, Edson não aceitou a recompensa em dinheiro oferecida pela vítima. Para ele não há necessidade de retribuição por uma ação correta. Basta ter empatia para entender o outro lado. 

E caráter, claro. 

— Eu me coloquei no lugar dela.

Leia também

Prisão de criminoso conhecido como Senhor das Pedras revela "penhora" do tráfico em Gaspar

Médicos de Blumenau ganharão mais por hora extra, planeja município

FOTOS: Blumenau amanhece gelada nesta terça-feira com menor temperatura do ano

Colunistas