nsc
    an

    Saúde

    "Temos medidas mais restritivas antes do lockdown", diz secretário da saúde de Joinville

    Em entrevista à Rádio Globo, Jean Rodrigues da Silva afirmou que fechamento total não está sendo cogitado neste momento

    17/07/2020 - 09h12 - Atualizada em: 17/07/2020 - 12h06

    Compartilhe

    Hassan
    Por Hassan Farias
    Movimento no Centro de Joinville
    Movimento no Centro de Joinville
    (Foto: )

    O secretário da saúde, Jean Rodrigues da Silva, afirmou que não está sendo cogitada a adoção de lockdown neste momento em Joinville. Em entrevista à Rádio Globo Joinville na última quinta-feira (16), ele afirmou que outras medidas ainda são previstas antes do fechamento total, caso a situação se agrave mais no combate ao coronavírus.

    > Kit Covid-19 é distribuído em Santa Catarina

    > Técnicos da Saúde recomendam ao governo Moisés nova quarentena em SC

    - Nós temos medidas mais restritivas para serem adotadas antes de um lockdown total - garantiu.

    Ele disse que não pode adiantar exatamente quais seriam as medidas porque elas podem ter variação, mas têm relação com as atividades com maiores aglomerações no momento: supermercados e transporte coletivo. No entanto, ele reforçou que essas regras serão adotadas apenas em caso de agravamento da situação na cidade.

    - Temos notado uma grande aglomeração nos supermercados, então pode vir uma restrição maior em relação à ocupação. E talvez algum outro exercício em cima do transporte público, alguma coisa neste sentido - detalhou.

    > "O segredo é o cuidado", diz prefeita da única cidade do Vale do Itajaí sem casos de coronavírus

    Durante a entrevista, o secretário também explicou que outras medidas já entraram em vigor para tentar evitar o lockdown geral em Joinville. Uma delas é o afastamento de todas as pessoas que apresentam síndrome gripal. A nota técnica foi emitida pela Secretaria da Saúde no último dia 10.

    A partir desta data, os médicos passaram a emitir atestados para pacientes com síndrome gripal orientando para o isolamento domiciliar por 14 dias. Além disso, a recomendação é de que os familiares que têm contato com o paciente também permaneçam em isolamento pelo mesmo período de duas semanas.

    > Opinião: "A hora é de fechar tudo de novo em Joinville?"

    Entidades cobram lockdown

    Nos últimos dias, o Comitê Popular Solidário de Joinville tem cobrado a adoção do lockdown na cidade. O grupo formado para enfrentamento do coronavírus reúne sinddicatos, ONGs, coletivos e partidos políticos, entre outras entidades.

    > Prefeito de Joinville aponta oferta de cloroquina como “avanço”

    - Pela saúde da população, conclamamos à prefeitura a decretar lockdown imediatamente. A vida dos joinvilenses não pode esperar. Convocamos a sociedade de Joinville, a todos os partidos, entidades e movimentos a se manifestarem pelo ‘LockdownJá!’, em respeito à vida - defende o grupo.

    > Entidades reforçam apelo por lockdown em Joinville; prefeito volta a descartar

    No entanto, o prefeito Udo Döhler já afirmou mais de uma vez que não há necessidade do fechamento total das atividades não essenciais em Joinville. Segundo ele, o município está preparado para enfrentar a pandemia.

    ​> Receba notícias de Joinville e da região Norte de SC por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do AN

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas