nsc
    hora_de_sc

    Imunização

    Vacina tríplice viral será testada contra o coronavírus em SC; inscrições estão abertas para voluntários

    Vacinas serão aplicadas em profissionais da saúde da Grande Florianópolis

    04/08/2020 - 05h00 - Atualizada em: 04/08/2020 - 10h44

    Compartilhe

    Clarissa
    Por Clarissa Battistella
    Tríplice viral integra calendário nacional de imunização contra sarampo, rubéola e caxumba
    Tríplice viral integra calendário nacional de imunização contra sarampo, rubéola e caxumba
    (Foto: )

    A vacina tríplice viral, que integra o calendário nacional de imunização, será testada no combate do novo coronavírus em Santa Catarina. Os testes serão realizados de forma voluntária em profissionais da saúde da Grande Florianópolis. O estudo ocorre no Hospital Universitário (HU) na Capital.

    > Prefeito de Itajaí diz que cidade terá aplicação retal de ozônio para tratar Covid-19

    Preliminarmente, a pesquisa coordenada pelo professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Edison Fedrizzi, identificou que a mesma vacina que previne contra o sarampo, a caxumba e a rubéola, também ativa o sistema imunológico, o que pode contribuir para prevenção do vírus ou, ao menos, reduzir o impacto dele no organismo. 

    > Receba notícias do DC, AN e Santa por WhatsApp. Clique aqui e saiba como

    O próximo passo é avaliar a efetividade da imunizadora contra a covid-19 em profissionais que estão na linha de frente do combate ao vírus e, consequentemente, os mais expostos ao contágio. Periodicamente, o participante vai ser testado para acompanhar se houve infecção e o grau dos sintomas. A previsão é ter resultados preliminares da eficácia da vacina dentro de alguns meses.

    > Veja 5 razões que mostram a falta de eficácia dos decretos contra Covid-19 em SC

    - Sabemos que os profissionais da saúde são as pessoas com maior risco de adquirir essa infecção. Gostaria de convidar todos os profissionais da saúde da Grande Florianópolis para participar do nosso estudo. Basta enviar uma mensagem para o nosso telefone - reforça Fedrizi. 

    A pesquisa envolvendo a vacina MMR é um dos cinco projetos aprovados no edital 06/2020 da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc), que destinou R$ 1 milhão em recursos em dois editais, um para estudos e outro para desenvolvimento de produtos com ação de curto prazo no combate à pandemia e seus efeitos.

    > "Podemos ter mais de 1 milhão de doses de vacina", diz pesquisador de Oxford

    Para participar

    Os interessados podem entrar em contato com o coordenador da pesquisa, professor Edison Fedrizzi pelo telefone (48) 99128-2284.

    Todos participantes devem ter entre 18 e 60 anos e trabalhar na área de saúde, além de morar na Grande Florianópolis. Cada voluntário será testado inicialmente para covid-19 e depois receberá a dose da vacina ou do placebo.

    > Supermercado: serviço essencial virou justificativa para passeio em família

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas