nsc
nsc

Histórias de Transformação

Conheça o Pierre, imigrante que abriu o próprio negócio e trouxe a família do Haiti para Blumenau

Santa Catarina tem 64 mil registros ativos de imigrantes, conforme dados da Polícia Federal

19/11/2021 - 17h11 - Atualizada em: 01/12/2021 - 10h40

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Viacredi comemora 70 anos com histórias de transformação dos cooperados
Viacredi comemora 70 anos com histórias de transformação dos cooperados
(Foto: )

Morando no Brasil desde 2014, Pierre Marie Gerard veio do Haiti buscar melhores condições de vida. Sua história se entrelaça com a de tantos outros haitianos que vêm ao país buscar mais oportunidades e estabilidade econômica. De acordo com a Polícia Federal, de 2010 a 2017, 93 mil imigrantes do Haiti entraram em território brasileiro.

No entanto, mesmo com todas as dificuldades de ser um imigrante como o choque cultural e a diferença entre os idiomas, Pierre tornou a cidade de Blumenau sua casa. Em uma pequena oficina de 25m², Gerard abriu uma marcenaria e com apoio da cooperativa Viacredi pôde comprar suas ferramentas e abrir seu negócio.

> Como funciona a contratação de imigrantes no Brasil

— A participação da Viacredi de mudar a minha condição de vida, me ajudou muito. Não foi apenas um apoio por eu ser um cooperado, mas é a forma como sou valorizado. Isso é melhor do que receber um valor financeiro — conta.

Porém, durante os anos que morou em Blumenau, a saudade da família batia forte no peito. Seu sonho era trazer a esposa e os dois filhos para perto e, após sete anos buscando a expansão de sua empresa e se organizando financeiramente, Pierre pôde parar de sonhar para viver essa realidade.

> Conheça serviços de apoio a imigrantes e refugiados na Grande Florianópolis

Em outubro de 2021, a família Gerard chegou ao Brasil, país onde devem firmar suas raízes. Após anos de espera e uma longa viagem, a esposa e os filhos de Pierre conheceram a cidade de Blumenau e o reencontraram.

Assista ao vídeo do reencontro:

Para o presidente da Viacredi, Sérgio Cadore, oferecer suporte para os cooperados é a alma do cooperativismo.

— Sem dúvidas, a essência do Cooperativismo está no olhar para as pessoas. Compartilhar e contribuir com histórias como a do Pierre nos enche de motivação e orgulho. Gestores, colaboradores, cooperados e a comunidade podem ver que nosso propósito de transformar vidas está sendo cumprido por meio de uma trajetória de união e parceria. Mais do que contribuir, a gente participa ativamente de momentos especiais da vida das pessoas — enaltece.

Cooperativismo transforma vidas

A Viacredi, maior cooperativa do Brasil em número de cooperados, lançou a campanha “Vivemos para Transformar Vidas” em celebração aos 70 anos de atividade, comemorado em 26 de novembro.

A campanha é uma forma de agradecimento aos mais de 750 mil associados, que todos os dias são impactados pelas iniciativas da Cooperativa, que levam formação, informação, educação e desenvolvimento para toda a comunidade. Para conhecer mais detalhes da campanha, acesse o site.

Na data do aniversário, foi realizada uma live nos canais de comunicação da Cooperativa. Os ilusionistas Henry Vargas e Klauss Durães apresentaram um espetáculo criado especialmente para a comemoração dos 70 anos de história da Viacredi, por meio de uma narrativa ilusória. O evento também contou com a dupla sertaneja Dany & Rafa. Nascidos em Timbó, Santa Catarina, os irmãos têm 20 anos de carreira musical e são cooperados da instituição. Assista à live pelo youtube.

Para o diretor executivo da Viacredi, Vanildo Leoni, a campanha é voltada especialmente para a comunidade local.

— Estou há 40 anos aqui e posso dizer que o cooperativismo tem esse lado especial, você trabalha com um propósito, você busca impactar a vida das pessoas de forma positiva. E com essa comemoração nós queremos seguir engajando a comunidade e aproximando as pessoas da Cooperativa. Vamos seguir levando os princípios do cooperativismo para todas as comunidades — conta.

Livro vai contar a história da Viacredi

Outra ação realizada foi o lançamento de um livro que conta a história da organização. Constituída em 26 de novembro de 1951 na cidade de Blumenau, a Cooperativa de Crédito Organizações Hering (CrediHering, atual Viacredi) iniciou suas operações com a participação de 21 funcionários da Cia Hering, que naquele momento tornaram-se os primeiros cooperados. Na época, o objetivo era auxiliar as pessoas que trabalhavam na empresa, a ter novas conquistas e adquirir bens, como a casa própria, máquinas de costura, bicicletas e outros itens.

> Haiti em risco e sob tensão preocupa imigrantes que vivem em SC

O livro conta histórias de pessoas que tiveram suas vidas transformadas pela Cooperativa, sejam cooperados ou colaboradores. O material está disponível online e de forma gratuita para o público geral.

Sobre a Viacredi

Com mais de 750 mil cooperados, a Viacredi está presente em mais de 25 municípios em Santa Catarina e no Paraná. São mais de R$ 8 bilhões de ativos administrados e 1,8 mil colaboradores atuando com o propósito de transformar vidas e as comunidades onde está inserida. Constituída em Blumenau (SC), a maior cooperativa de crédito do país em número de cooperados completa 70 anos em 2021. São 8 unidades e mais de 10 mil cooperados no Paraná, nas cidades de Curitiba, Pinhais e São José dos Pinhais.

A organização atua para oferecer soluções financeiras e desenvolvimento de seus cooperados e comunidades por meio de programas que levam educação, formação e informação. A Viacredi faz parte do Sistema Ailos, que reúne 13 cooperativas de crédito nos três estados do sul do país.

Acesse o site da Viacredi e saiba mais.

Leia também

Preocupação com a saúde masculina não deve se limitar ao penúltimo mês do ano

Descubra a praia que combina natureza, história e aventura em SC

Colunistas