nsc
hora_de_sc

Trânsito

Vídeo mostra "briga de portas" durante discussão entre motoristas em Florianópolis

Imagens que viralizaram nas redes sociais mostram dois motoristas brigando em uma das sinaleiras da Beira-Mar Norte

26/10/2021 - 16h46 - Atualizada em: 27/10/2021 - 14h11

Compartilhe

Por Luana Amorim
Briga entre motoristas foi flagrada no fim de semana
Briga entre motoristas foi flagrada no fim de semana
(Foto: )

Uma cena inusitada chamou a atenção de motoristas que trafegavam pela Avenida Beira-Mar Norte, em Florianópolis. Isto porque um vídeo, que viralizou nas redes sociais, mostra uma discussão de trânsito que acabou com uma "briga de portas" e um limpador de para-brisa arrancado.

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

No canto superior do vídeo é possível ver a indicação de que a gravação foi feita na tarde de sábado (23). Com o sinal fechado, um carro cinza aparece do lado direito da pista, enquanto, logo atrás, chega um veículo vermelho, que para à esquerda dele.

> Locadoras preveem falta de carros para o verão em SC

Depois, o motorista do carro vermelho bate a porta na lateral do outro veículo, e o condutor deste 'retribui' a batida. Os dois continuam a bater portas até que uma pessoa desce do carro cinza, vai até o outro veículo, arranca o limpador do para-brisa e começa a bater com o objeto no carro.

Por fim, ela joga o limpador fora e volta para o veículo cinza, que tenta sair da via. Ao todo, a discussão dura cerca de um minuto.

Assista ao vídeo da confusão no trânsito de Florianópolis:

Briga no trânsito não foi registrada na Guarda Municipal

Segundo a Guarda Municipal de Florianópolis (GMF), a equipe não foi acionada para atender a ocorrência no sábado. Os agentes também não conseguiram identificar as placas dos veículos envolvidos na discussão.

O Hora de SC tentou contato com a Polícia Militar para confirmar se houve registro de ocorrência, mas não teve retorno até a publicação.

A GMF ressalta que esse tipo de situação é pontual, não acontece com frequência. Mesmo assim, é preciso tomar cuidado ao presenciar algo do tipo. 

— A orientação é ligar no 153 e se afastar, não entrar na discussão. Isto porque nunca se sabe quem é a outra pessoa — pontua o subcomandante da GMF, Ricardo Pastrana. 

Leia também: 

Bandidos atrapalhados esquecem freio de mão e carro bate durante roubo em cooperativa de SC

Zé Trovão se entrega à Polícia Federal em Joinville

Chapecó quer usar GPS rural para apurar violência contra mulher no campo

Colunistas