As duas mulheres vítimas de um sequestro em Indaial no começo da noite desta terça-feira (20) são funcionárias de um banco em Blumenau, segundo a Polícia Militar. Elas teriam sido abordadas por quatro homens e um deles morreu em confronto com a PM logo após o crime. Os outros três envolvidos ainda estão sendo procurados. 

Continua depois da publicidade

De acordo com o capitão Rodrigo Siedschlag, ainda não há confirmação de que os criminosos sabiam que as vítimas atuam em instituição financeira, mas ressaltou que nenhuma hipótese é descartada. 

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

A polícia apurou que as vítimas estariam voltando para casa quando foram surpreendidas pelos criminosos no estacionamento da Havan de Indaial, cidade onde uma delas mora. A outra reside em Timbó. Um dos homens teria mandado elas entrarem no carro, que é de uma das mulheres, e começou a fuga. 

Testemunhas que presenciaram o crime ligaram para o 190 e a PM começou a perseguição. O carro seguia em direção ao Litoral e acabou interceptado na BR-470, em Blumenau. O homem que estava no carro com as vítimas chegou a fugir a pé para uma área de mata, onde a polícia diz que ele apontou uma arma para a guarnição, foi baleado e morreu

Continua depois da publicidade

De acordo com a PM, o homem que fugiu com as mulheres dentro do carro, sendo uma delas gestante de cinco meses, tinha 30 anos e passagens criminais anteriores. Ele seria um morador de Itajaí e na casa dele, ainda na noite desta terça-feira (20), a polícia encontrou 10 quilos de maconha, dois quilos de cocaína e munição.

Segundo a polícia, as duas mulheres não tiveram ferimentos, apesar do abalo emocional. Os criminosos teriam levado os celulares e computadores delas. 

Leia também 

Os resultados do Colégio Militar de Blumenau no primeiro Ideb

Moradora de Blumenau encontra escorpião mais venenoso da América do Sul e caso gera alerta​

Blumob pede revisão que pode impactar preço do ônibus em Blumenau

Destaques do NSC Total