Adroaldo Gabana, de 39 anos, está em estado grave após após cair da caçamba de uma caminhonete e bater a cabeça, enquanto ajudava as vítimas da enchente de Muçum, no Rio Grande do Sul. O acidente aconteceu na terça-feira (7). As informações são da GZH.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total no Google Notícias

O gaúcho é morador da cidade de Ciríaco, no norte do Estado. Na terça, ele e um grupo de amigos se voluntariavam para auxiliar nos resgates em Muçum.

Como doar mantimentos e produtos ao RS

Adroaldo está internado em Lajeado e passou por uma craniotomia descompressiva, que deve diminuir o inchaço na cabeça, segundo sua esposa, Jocenia Propodoski. Desde quinta-feira (9) ele está sem sedativos, mas ainda não acordou.

Continua depois da publicidade

Na manhã da última terça-feira (14), ele fez o exame de eletroencefalograma, que verificou atividade para reavaliar a evolução do quadro clínico.

O grupo de amigos voluntários era composto por quatro pessoas. Eduardo Bertolin, que estava com ele no momento do acidente em Muçum, conta que o grupo se preparava para retornar à Ciríaco quando a caminhonete em que estavam deu um solavanco, que fez Adroaldo cair e bater a cabeça. Os amigos haviam passado o dia no município e ajudado quatro famílias.

Jocenia, esposa de Adroaldo, revelou a última conversa que teve com o marido à GZH, através de um aplicativo de mensagens, antes do acidente. Ele afirmava que estava se preparando para retornar a Muçum no dia seguinte.

“Compra três fardos de água e põe a gelar, amor. E um saco de gelo” disse Gabana, que completou revelando como estava a situação de uma das famílias que ele ajudou: “Na última casa, a mulher foi embora. Ficou mal”.

Continua depois da publicidade

*Sob supervisão de Luana Amorim

Leia mais

Os famosos criticados por postagens sobre tragédia no RS

FOTOS: Morador pendura cama no teto em casa tomada por água no RS

Kits de chimarrão são doados a vítimas dos temporais no RS por grupo de SC

Destaques do NSC Total