nsc
    nsc

    Possível mudança

    Ameaçado de perder o cargo na Educação, Natalino Uggioni recebe apoios para permanência

    Compartilhe

    Ânderson
    Por Ânderson Silva
    13/01/2021 - 16h58 - Atualizada em: 14/01/2021 - 05h51
    Natalino Uggioni, secretário de Estado da Educação
    Natalino Uggioni, secretário de Estado da Educação (Foto: Julio Cavalheiro / Secom)

    Com a cadeira ameaçada, o secretário de Estado de Educação, Natalino Uggioni, recebeu nas últimas horas apoios públicos nas redes sociais. Cogita-se que o deputado estadual Luiz Fernando Vampiro (MDB) vá assumir o cargo nos próximos dias, por indicação do governador Carlos Moisés da Silva. O movimento é político por parte de Moisés, que pretende se aproximar ainda mais do MDB. Com isso, Uggioni deixaria o posto.

    Aulas presenciais em SC: secretário de Educação se diz a favor da "retomada com segurança"

    O próprio secretário compartilhou em seu perfil no Facebook a manifestação de uma professora que pede a permanência dele no cargo. O apelo é dirigido ao governador. Nas redes sociais de Carlos Moisés, desde esta terça-feira (12) seguidores passaram a comentar com apelos para que Uggioni seja mantido na função.

    Receba notícias de Florianópolis e região no seu WhatsApp

    Na tarde de quarta-feira (13), os coordenadores regionais de Educação emitiram um "manifesto pela Educação de Santa Catarina". Eles pedem a continuidade do secretário e afirmam que o Estado alcançou posição de destaque no país pelo trabalho de Uggioni à frente da pasta.

    A decisão agora está nas mãos de Vampiro. Caso dê sinal positivo, o emedebista seria o segundo nome da Alesc no governo Moisés nesta nova fase de gestão iniciada logo após o fim do processo de impeachment da equiparação salarial.

    Na Agricultura, Altair Silva (Progressistas) toma posse na próxima segunda-feira, dia 18 de janeiro. Ele será o primeiro deputado a ocupar uma cadeira de secretário no Executivo de Moisés. Em 2018, porém, o então governador eleito afirmou que não chamaria parlamentares para o primeiro escalão.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas