Começou nesta semana uma nova corrida por vaga de desembargador no Tribunal de Justiça de Santa Catarina, pelo Quinto Constitucional da Advocacia. Está em disputa a cadeira da desembargadora Salete Sommariva, que se aposentou – e há possibilidade de que a eleição quebre o longo jejum de nomeações femininas no TJSC oriundas da OAB.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Dos 14 inscritos para a vaga, apenas cinco são mulheres. Ocorre que há duas delas entre os candidatos favoritos – e ambas contam com um importante “tempero” político no currículo. De um lado, Fernanda Sell, de Itajaí, que é advogada do governador Jorginho Mello (PL). De outro, Claudia Bressan Brincas, de Florianópolis, que advoga para o deputado e ex-presidente da Alesc, Julio Garcia (PSD).

Claudia Brincas é casada com o ex-presidente da OAB, Paulo Brincas, que estará junto dela nessa nova empreitada. No lançamento da candidatura, ela publicou imagens nas redes sociais ao lado do companheiro, ressaltando a parceria.

Como Balneário Camboriú ostenta há um ano metro quadrado mais caro do Brasil

Continua depois da publicidade

Já Fernanda Sell publicou em suas redes a descoberta do câncer de seu pai, que ocorreu um ano antes, na mesma data. Seu perfil traz basicamente a atividade na advocacia – mas as redes do marido, o advogado Rodrigo Fernandes, que atuou ao lado dela na defesa do governador durante a disputa eleitoral, mostra proximidade com o núcleo político de Jorginho Mello, incluindo o empresário Luciano Hang, o senador Jorge Seif e até o ex-presidente Jair Bolsonaro.

Em conversas reservadas, o governador tem dito que gostaria de nomear uma mulher para a vaga do Quinto Constitucional da Advocacia. Há uma leitura nos bastidores de que, em um ambiente predominantemente masculino, como é o quadro de desembargadores do TJSC, não seria de bom tom substituir uma desembargadora mulher que está de saída por um homem.

Alesc discute proibir fogos de artifício barulhentos em todas as cidades de SC

São, no entanto, conjecturas. Na prática, tudo depende da votação que cada um dos candidatos conseguirá alcançar junto aos advogados de todo Estado e das articulações e apoios que conseguir arregimentar. E isso independe de gênero.

A homologação das inscrições ocorre no dia 2 de junho. O próximo passo são as sabatinas, que acontecem nas semanas seguintes. No dia 24 do mês que vem sai a lista preliminar, com os 12 mais votados.

Continua depois da publicidade

A votação direta, que é aberta a todos os advogados inscritos na OAB de Santa Catarina, está marcada para o dia 11 de julho. No dia seguinte é divulgada a lista sêxtupla, que será enviada ao Tribunal de Justiça. Cabe ao Pleno do TJSC definir a lista tríplice, que será entregue ao governador.

Quem são os inscritos:

Giane Brusque Bello – Florianópolis

Sabine Mara Müller Souto – Florianópolis

Eliel Valesio Karkles – São José

Fernanda Sell de Souto Goulart Fernandes – Itajaí

Claudia Bressan da Silva Brincas – Florianópolis

Juliano Keller do Valle – Florianópolis

Fernando Ormastroni Nunes – São José

Luciana Franzen – Chapecó

Zany Estael Leite Junior – Florianópolis

Márcio Renato Bartel – Florianópolis

Danilo do Prado – Videira

William Marcelo Borges Piva – Joinville

Gelson José Rodrigues – Balneário Camboriú

Antonio Roberto de Godoy Filho – Itajaí

Leia mais:

Governo Lula erra ao “fazer graça” com vacina fake de Bolsonaro

Auditoria do TCE em escolas municipais de SC revela falhas em acessibilidade e segurança

Conheça a história dos símbolos do Brasil em homenagem ao 7 de Setembro

Decisão do TSE sobre Brusque liga o alarme para o senador Jorge Seif

Destaques do NSC Total