nsc
nsc

Política

Deputado de SC faz post com teor racista para defender punição a menor infrator

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
30/09/2021 - 17h46 - Atualizada em: 01/10/2021 - 13h18
Deputado Darci de Matos
Deputado Darci de Matos (Foto: Will Shutter/Câmara dos Deputados)

O deputado federal Darci de Matos (PSD) usou a imagem de uma criança negra atrás das grades, e com o rosto à mostra, para “ilustrar” um post nas redes sociais sobre um projeto de lei que aumenta o período máximo de internação de menores de idade que praticaram atos infracionais. Numa só publicação, o parlamentar atentou contra o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que proíbe expor imagens de crianças, e reforçou o racismo estrutural ao associar negros a criminosos.

Deputado diz que não teve intenção de ofender com post em que usou foto de criança negra

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Na mesma postagem o deputado também falou sobre outra proposta em tramitação, que pune quem expõe crianças a pornografia. Desta vez, a imagem que ilustra o post era da suposta vítima - uma criança branca, que escondia o rosto da câmera. Diante do teor das imagens, a coluna optou por não reproduzí-las – nem parcialmente. Com a repercussão negativa, o deputado removeu as publicações de seus perfis nesta quinta-feira à tarde. A coluna procurou a assessoria de Darci de Matos, que enviou nota à imprensa na sexa-feira.

CPI da Covid cobra MP por distribuição de tratamento precoce em SC

As postagens reproduziram o que a professora Jeruse Romao, escritora e militante negra, chama de “estatuto colonial brasileiro” – uma discriminação histórica e arraigada na sociedade brasileira, que oferece às crianças brancas e negras conceitos diferentes de infância, de direitos e de proteção.

MPF arquiva investigações contra Bolsonaro por motociata em SC

O advogado Edmo Cidade de Jesus chama atenção para a perversa repetição de estereótipos:

- É endêmico, e mais grave ainda quando se trata de um parlamentar, que representa tantas outras pessoas. Ocorre uma reprodução de estereótipos, cujo marcador principal é a raça. As pessoas negras como como criminosas, perigosas. A branquitude como imagem boa, inocente, de vítima.

Liberados há um ano, quase metade dos museus de SC não reabriram

Este ano, a Câmara dos Deputados, onde Darci de Matos bate ponto, ratificou a Convenção Interamericana Contra Racismo, Discriminação Racial e Formas Correlatas de Intolerância. O deputado, como personalidade pública cujo salário é pago com os impostos dos contribuintes – todos eles, brancos, negros, amarelos, índios - tem o compromisso e o dever de contribuir para o combate ao racismo e à discriminação. Deve, ao menos, um pedido de desculpas.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia também

Teve reação à vacina da Covid-19? Saiba o que fazer

Entenda o conflito no Afeganistão com volta do Talibã ao poder em 10 perguntas e respostas​​​​

Variante Delta: veja a eficácia de cada uma das vacinas da Covid​​

Conheça os 16 animais mais estranhos e raros vistos em SC

As diferenças entre as vacinas da Pfizer, Astrazeneca e Coronavac

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas