nsc
nsc

Desabastecimento

Estiagem traz alerta para falta de água nas torneiras em SC

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
06/08/2021 - 13h23
Estiagem traz risco de faltar água nas torneiras
Estiagem traz risco de faltar água nas torneiras (Foto: Tiago Ghizoni, Arquivo NSC)

A estiagem, que há meses tem causado prejuízos à agricultura em Santa Catarina, agora ameaça o abastecimento de água nas torneiras. A falta de chuva nas últimas semanas acendeu o alerta para o risco de crise hídrica no Estado.

Receba as principais informações de Santa Catarina pelo Whatsapp

O sinal amarelo piscou após a última coleta de dados feita pela Defesa Civil, Aresc e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Sustentável, que integram o Boletim Hidrometeorológico. Ainda que a quantidade de municípios que indicaram estado de alerta tenha reduzido de 9 para 2, o número de cidades que relataram nível de atenção para o risco de desabastecimento subiu bastante: de 37, em julho, para 96 neste início de agosto. Três cidades têm nível crítico.

O problema é resultado da falta de chuvas no mês passado, em todo o Estado. Na maioria das regiões, foram 28 dias sem chover em julho. Como a expectativa é que essa tendência de um inverno mais seco permaneça, a Aresc está alertando para a importância de economizar água e evitar o desperdício. Banhos demorados, limpeza da calçada com mangueira e lavar o carro estão na lista vermelha.

Bolsonaro visita Joinville nesta sexta-feira; acompanhe o dia do presidente

No campo, a Assembleia Legislativa aprovou em junho o uso de R$ 100 milhões em recursos estaduais para fortalecer os programas de combate à estiagem. Uma parte desses recursos está disponível para os agricultores como crédito, para que instalem sistema de reserva de água. O Estado também vai adquirir equipamentos que serão entregues aos municípios onde a situação é mais grave – a aquisição está em fase de licitação.

Entre as principais perdas do Estado na agricultura, em função da estiagem, está a queda na safra do milho – 30% menor do que o esperado. A produção em baixa tem impacto em cadeia, já que afeta a alimentação animal e, consequentemente, o preço das carnes.

A expectativa é que as chuvas sigam abaixo da média no Estado até a primavera. A situação será acompanhada quinzenalmente pelos boletins hidrometeorológicos.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia também

Quanto vale uma medalha de ouro?

Corrida de bandeja? Veja esportes que brasileiros seriam medalha de ouro

Saiba se atletas olímpicos podem beber álcool e entenda mais sobre

O que é o gesto de protesto no pódio das Olimpíadas

Cobra d’água: tudo que você precisa saber sobre

Cobra de jardim: o que tem por trás da espécie

Tem para todos os gostos: descubra os tipos de cogumelos

Pode beber depois de tomar a vacina da Covid?

Como recuperar o paladar depois da Covid

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas