nsc
nsc

Saúde

"Fujões" da vacina: Dive manda municípios prestarem atenção a três situações

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
14/07/2021 - 10h15
SC tem mais de 85 mil pessoas que não retornaram para a segunda dose da vacina contra Covid-19
SC tem mais de 85 mil pessoas que não retornaram para a segunda dose da vacina contra Covid-19 (Foto: Ernesto Benavides, AFP)

A Diretoria Estadual de Vigilância Epidemiológica (Dive) enviou um ofício a todas as secretarias municipais de Saúde de Santa Catarina, por meio do Cosems – o Conselho Estadual que reúne os secretários – alertando para o grande número de “fujões” da segunda dose da vacina contra Covid-19. Mais de 85 mil pessoas deixaram de completar a imunização, segundo o último levantamento do Estado.

Receba as principais informações de Santa Catarina pelo WhatsApp

O diretor da Dive, João Fuck, fez três recomendações às prefeituras. A primeira delas é que os municípios tenham estratégias específicas para alcançar o maior número possível de pessoas com a segunda dose. As secretarias municipais têm ao alcance ferramentas como a busca ativa, e a ampliação de horários e pontos de vacinação para melhorar o acesso.

O segundo ponto é o aviso, por parte do Estado, de que não faltam doses para a segunda aplicação. De acordo com o ofício, as vacinas que demandam segunda dose foram reservadas pela Secretaria de Estado da Saúde na Central Estadual da Rede de Frio e há quantidade suficiente para suprir a demanda atual.

Falta de dados da vacinação contra Covid-19 nos municípios pode te impedir de viajar; entenda

Por fim, a Dive pede que as prefeituras agilizem o envio das informações sobre as doses aplicadas ao Vacinômetro – a ferramenta do Estado para controle da vacinação. Um levantamento feito na semana passada por Cristian Weiss, responsável pelo jornalismo de dados na NSC, apontou que 54 cidades tinham atraso no envio de dados ao sistema estadual. Do total, 30 não atualizavam as informações há uma semana ou mais. Entre elas, 14 estavam há um mês sem enviar dados.

A falta de transparência sobre a aplicação das doses afeta o retrato da vacinação em Santa Catarina e pode aumentar o número de “fujões” de forma artificial. Para o Estado, é possível que a quantidade de catarinenses que deixaram de voltar para a segunda dose não seja tão grande assim.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia mais:

Teve reação à vacina da Covid-19? Saiba o que fazer

Vídeo mostra o acidente fatal com time de futsal na BR-376; veja

Policial rodoviário de SC morre aos 56 anos vítima da Covid-19 no Alto Vale

Vídeo flagra meteoro do tamanho de uma bola de basquete no céu catarinense

Jovem fez alerta para amiga antes de ser morta em Hotel: "Guri estranho"

Variante Delta: veja a eficácia de cada uma das vacinas da Covid

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas