nsc
nsc

Pandemia

“Perdemos uma Florianópolis inteira” diz Miguel Nicolelis sobre mortes por Covid-19

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
17/06/2021 - 11h19 - Atualizada em: 17/06/2021 - 18h40
Miguel Nicolelis
Miguel Nicolelis (Foto: Leticia Moreira, Folhapress)

O cientista Miguel Nicolelis, um dos mais respeitados pesquisadores brasileiros, usou Florianópolis para alertar sobre o volume de vidas perdidas para a Covid-19 no Brasil. Às vésperas de alcançarmos meio milhão de vítimas fatais da pandemia (foram 494 mil até quarta-feira), Nicolelis diz que o impacto equivale a perdermos toda a população da Capital de uma só vez.

“Sentença de morte”, diz Miguel Nicolelis sobre novas liberações em Santa Catarina

- É como se a cidade de Florianópolis sofresse um ataque nuclear e toda a população, 500 mil pessoas, desaparecesse num piscar de olhos. A tragédia do Brasil é equivalente a perder uma cidade do tamanho de Florianópolis – comparou.

"O negacionismo científico está contribuindo para o caos", diz Miguel Nicolelis

As informações estão no podcast Diário do Front, que o pesquisador produz para o jornal El País. No episódio, Nicolelis procurou sensibilizar para a gravidade da pandemia e a falta de ações efetivas para conter a contaminação e os óbitos no país. Ele diz que alguns países – o Brasil incluído – ainda não compreenderam “a letalidade e a eficiência biológica” do novo coronavírus.

- Esse é um vírus para não se pegar – disse Nicolelis, lembrando que pelo menos 20% das pessoas que tiveram quadros leves, ou nenhum sintoma, desenvolvem quadros crônicos de outras doenças, provocados pela Covid-19.

Brasil precisa de lockdown nacional e "extremamente restrito", diz Miguel Nicolelis

Terceira onda

O alerta do pesquisador brasileiro chega em meio ao risco de uma terceira onda de Covid-19 no Brasil. No último domingo (13), a Secretaria de Estado da Saúde emitiu uma nota de alerta aos municípios, recomendando apertar as medidas restritivas em cidades que estejam há mais de três semanas em nível gravíssimo de risco, com 95% de ocupação de UTIs ou fila de espera por leitos há mais de uma semana.

Apesar do alerta, o Governo do Estado reeditou o decreto de contenção da pandemia, sem novas restrições.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

Não seja um "sommelier de vacina". Entenda:

Leia também:

Médico de SC é convocado por engano pela CPI da Covid no lugar de “cloroquiner”

Como mudanças na Lei de Improbidade podem ser "estouro da boiada" no controle da corrupção

Ação do Estado que questiona leilão dos aeroportos é suspensa no STF

Saúde recomenda restrições às prefeituras de SC diante de piora da Covid-19

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas