nsc
nsc

Operação Calvary

Quem é o dono do Porsche apreendido em Itapema pela Polícia Federal

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
19/11/2021 - 17h59 - Atualizada em: 20/11/2021 - 18h45
Porsche apreendido em Itapema
Porsche apreendido em Itapema (Foto: Divulgação PF)

O Porsche 718 Boxter que foi apreendido nesta quinta-feira (18) em Itapema, no Litoral Norte, pertence a um dos líderes do grupo criminoso que foi alvo da Operação Calvary, deflagrada pela Polícia Federal. O homem, que não teve a identidade divulgada, foi preso em São Paulo. A operação investiga o envio de cocaína à Europa utilizando portos brasileiros. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Além do carro, a Justiça determinou o sequestro de um apartamento de alto padrão em Itapema, que pertence ao mesmo homem. No local foram recolhidos documentos, que serão usados nas investigações.

> PF prende em cobertura em Florianópolis suspeito de matar chefões do tráfico

Segundo a polícia, o homem preso tem familiares em Santa Catarina e usava o apartamento regularmente, mas não morava em Itapema. Ele costumava passar temporadas no imóvel na companhia da mulher. Há suspeita de que o apartamento tenha sido comprado em nome de um laranja, o que será apurado nas investigações. 

> Como barcos de pesca viraram novo alvo do tráfico internacional de drogas em SC

Organização tinha o próprio navio

De acordo com o delegado Luccas Datahyde, da Polícia Federal de São Paulo, o grupo atuava em conjunto desde o início do ano passado, pelo menos. A quadrilha cuidava dos trâmites logísticos para o embarque e envio da droga para o exterior, especialmente para a Europa, e prestava serviço para outros criminosos – inclusive para facções. 

As investigações apontam que, embora tivesse ligações com SC, o grupo não chegou a movimentar drogas pelos portos do Estado.

> Fantástico mostra que Balneário Camboriú virou paraíso para os barões do tráfico

A quadrilha tinha o próprio navio cargueiro, que foi apreendido e retido por ordem judicial. O grupo assumiu dívidas trabalhistas da embarcação, de bandeira panamenha – segundo o jornal O Globo, antes de ser adquirido pela quadrilha o navio passou três meses atracado no Porto de Santos, com 15 tripulantes a bordo em situação precária e falta de alimentos, o que levou a uma fiscalização do Ministério Público do Trabalho (MPT).

O delegado Datahyde diz que o grupo vinha pagando por reparos no navio, mas uma grande apreensão de cocaína, em outubro do ano passado, causou prejuízo financeiro milionário à quadrilha e adiou os trabalhos.

- Eles pretendiam usar o navio no tráfico de drogas. Como tiveram prejuízo, o reparo atrasou – explica.

> Valorização e anonimato: o que leva os chefões do crime a investir em SC

Don Corleone

O nome da operação deflagrada pela polícia, Calvary, faz referência ao cemitério onde foi enterrado Don Corleone no filme O Poderoso Chefão. Segundo a PF, o líder do grupo criminoso é chamado de “Don” pelos subordinados. 

Ao todo, seis mandados de prisão preventiva e quatro de prisão temporária foram cumpridos na quinta-feira, além de sete mandados de interdição de atividade econômica nos estados de São Paulo, Bahia, Mato Grosso, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. Contas bancárias de 53 pessoas físicas e jurídicas foram bloqueadas, incluindo contas abertas no exterior, em Portugal e na Bélgica.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia também

Por que o alargamento da praia em Balneário Camboriú atraiu tubarões

Prédio mais alto da América do Sul tem Neymar, Luan Santana e números recordes em Balneário Camboriú

Polêmico, uso de fuzis por Guardas Municipais chega a SC

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas