nsc
nsc

Pandemia

Deputada catarinense pede o fim das sessões remotas no Congresso

Compartilhe

Denis
Por Denis Luciano
22/07/2021 - 08h36
Geovania quer todos os deputados e senadores presencialmente, no Congresso
Geovania quer todos os deputados e senadores presencialmente, no Congresso (Foto: Agência Câmara / Divulgação)

Que o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro (PSDB), e a deputada federal Geovania de Sá (PSDB) são alinhados, isso não é mistério. Geovania começou na política no primeiro governo de Salvaro. Foi secretária de Assistência Social, depois de Saúde, nesse interim elegeu-se vereadora como a mais votada de Criciúma em 2012 e dois anos depois conquistou seu primeiro mandato na Câmara Federal.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Na noite de terça-feira (19), em uma entrevista à Rádio Eldorado, o prefeito fez uma contundente defesa da volta dos deputados federais e senadores ao trabalho presencial no Congresso Nacional. Muitos encontram-se em atividades remotas, ainda, por conta da pandemia de Covid-19.

- O frentista não parou, no mercado não parou, a indústria não parou. Porque os nossos digníssimos representantes no Congresso Nacional foram trabalhar remotamente? É um erro - disparou o prefeito. E sobrou para o Judiciário. - Como é um erro os promotores ficarem em casa exigindo isso ou aquilo. Tem que botar a cara na rua, ver os centros de triagem, a vacinação. Eu sou muito contra esse negócio do comodismo - emendou Salvaro.

Horas depois, já nesta quarta-feira (20), Geovania levantou o assunto na Câmara Federal. Ela encaminhou um ofício ao presidente da Casa, deputado Arthur Lira (PP-AL), solicitando a retomada dos trabalhos presenciais. O argumento da parlamentar, que é vice-líder do PSDB na Câmara e presidente do tucanato catarinense: que todos os setores da sociedade estão voltando à normalidade. 

Geovania e Salvaro em reunião recente na prefeitura em Criciúma
Geovania e Salvaro em reunião recente na prefeitura em Criciúma
(Foto: )

- Então, por que nós, os representantes de todos estes setores, ainda não retornamos as nossas atividades na totalidade? - questionou Geovania. Ela observou que a atividade presencial será fundamental para ampliar o debate das pautas que tramitam na Câmara e no Senado. - Lembremos também que devemos fazer que os ministérios trabalhem, com ainda mais celeridade, a favor do cidadão - comentou.

> PT de Criciúma critica "sonho do prefeito delirante"

A deputada mencionou ainda, a exemplo do que havia feito o prefeito na véspera em Criciúma, a oportunidade que faltou aos trabalhadores para terem atividades remotas. - E faço questão de citar aqui os profissionais da saúde, que trabalharam incansavelmente por todos nós - sublinhou. 

E Geovania complementou enfatizando as vidas perdidas por conta do coronavírus. - Por tudo isso, e sobretudo por respeito aos mais de 540 mil brasileiros que perderam suas vidas para a Covid-19 e por suas famílias, reitero que precisamos retomar urgentemente a normalidade dos trabalhos na Câmara Federal, assim como em todo o Congresso Nacional - frisou a parlamentar. - Foi para isso que o brasileiro nos escolheu: para representá-lo e para defendê-lo - arrematou.

> Criciúma planeja 7 de Setembro e segue busca ativa por alunos ausentes

"Aqui não tem home office"

Em vídeo lançado nesta quarta, o prefeito Salvaro voltou ao assunto. Ele lembrou o pronunciamento do ministro da Educação, Milton Ribeiro, que citou a "necessidade urgente" de volta às aulas presenciais em todo o Brasil, mencionando que faz alguns meses que essa determinação já vigora em Criciúma. - A criança que não comparece está ganhando falta e corre o risco de rodar de ano - destacou.

Salvaro apontou, ainda, que a administração municipal não parou durante a pandemia. - Faz um 1 ano e 4 meses que estamos trabalhando direto, prefeito, vice e secretários. Conosco não tem esse negócio de home office, aqui é presencial. O eleito é um servidor público - salientou, voltando a citar deputados e senadores, que, segundo ele, - deveriam estar lá, votando e defendendo os interesses do povo brasileiro -.

De olho em 2022

Além de principais lideranças do PSDB do Sul de Santa Catarina, Geovania e Salvaro são expressões do partido em nível estadual. Ainda constam timidamente nas bolsas de apostas abertas por candidaturas majoritárias em 2022 já que o partido - inclusive com aval dos dois - lançou Gelson Merisio como pré-postulante ao Governo do Estado.

- Por enquanto, o pré-candidato do meu partido é o Merisio, espero que ele alcance sucesso e se alcançar será o meu candidato - disse Salvaro, na mesma entrevista à emissora de rádio nesta terça. Uma resposta com alguns enigmas, com o uso do "por enquanto" e "se alcançar". O prefeito tem sido incentivado por lideranças da região a colocar seu nome no jogo da sucessão de Carlos Moisés.

E Geovania também é lembrada. Já houve partidos que a citaram como "a vice ideal". Com fama de boa administradora (ela veio da iniciativa privada, onde atuava até 2008), a deputada é evangélica, e transita muito bem nesse meio, que ajudou a garantir um salto expressivo na votação de 2014 (quando elegeu-se com 52 mil votos) para 2018 (quando alcançou a cadeira com 101 mil votos). Ela pode ser, ainda, uma alternativa do grupo de Salvaro para a eleição de 2024 à prefeitura em Criciúma. 

Merisio, Geovania, Salvaro e o ex-senador Dalirio Bebber em encontro recente em Criciúma
Merisio, Geovania, Salvaro e o ex-senador Dalirio Bebber em encontro recente em Criciúma
(Foto: )

A posição alinhada, agora exposta no pedido de volta dos parlamentares ao trabalho presencial, é mais uma das bandeiras que os tucanos de Criciúma levantam na busca de espaço estadual no xadrez político catarinense. E certamente não será a última.

Leia também:

> Canyons e parques: apostas para o salto do turismo no Sul de SC

> Bandidos furtam fios e deixam posto de saúde às escuras em Criciúma

> Como está o cenário para governador? Ex-deputado do Sul nos planos do PSB

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Mais colunistas

    Mais colunistas