Indústria que produz a maior variedade refrigerantes do Brasil, 11, incluindo a famosa Laranjinha, a Água da Serra, de Braço do Norte, Sul de Santa Catarina, fará sua primeira expansão fora do Estado. Nesta terça-feira, o diretor superintendente, Eymard Juceli Frigotto, comunicou aos colaboradores que a empresa vai construir fábrica no município de Entre Rios, Norte da Bahia, com investimento de R$ 80 milhões.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de SC por WhatsApp

O novo projeto foi anunciado dentro das comemorações dos 80 anos da empresa, completados neste mês de maio. Um diferencial da unidade baiana será a produção, também, de algumas bebidas com baixo teor de álcool, em sintonia com o mercado regional, que têm forte turismo e calor o ano todo, informou o executivo.

A Água da Serra desenvolverá também refrigerante com sabor local. Um em fase de pesquisa é com a fruta cajá. Além disso, fará os mesmos produtos daqui, incluindo a linha de energéticos XP e de chás secos Laví.

A escolha da Bahia para instalar a fábrica foi após estudos de três anos. Boa parte dos refrigerantes da empresa é conhecida do público do Nordeste, que já compra por e-commerce após conhecer em visitas ao Sul do país.

Continua depois da publicidade

– Decidimos fazer na Bahia pela qualidade de água (mineral), pelo consumo per capita de refrigerantes, pelo clima que é quente o ano inteiro, por ser um município litorâneo e porque há muitas solicitações do Nordeste como um todo para ter uma oferta maior dos nossos produtos – explica Frigotto.  

Segundo ele, a construção da fábrica começa agora, em junho, após planejamento de três anos. A previsão de início da produção será no segundo semestre do ano que vem. A unidade será no Norte da Bahia, terá 11 mil metros quadrados em terreno de 50 mil metros quadrados. A capacidade instalada será de 160 milhões de litros por ano, com três linhas de produção.

A nova fábrica terá capacidade produtiva e equipe de pessoal semelhantes às daqui. A previsão é de que vai gerar 130 empregos diretos e 260 indiretos. Em Braço do Norte, são 130 colaboradores diretos e cerca de 250 indiretos também. Entre os diferenciais da Água da Serra estão as formulações exclusivas e o uso de ingredientes de alto padrão, boa parte fornecidos pela também catarinense Duas Rodas.  

– Cada mercado tem preferência por um sabor.  Em Santa Catarina o preferido é a Laranjinha. Por incrível que pareça, não é o sabor com que começou a indústria. A Água da Serra começou a fabricando refrigerantes de framboesa e guaraná, que continuam em linha. A Laranjinha veio na década de 60. Ela tem 10% de suco natural de laranja, um percentual inclusive muito maior do que muitos sucos que têm por aí – diz o superintendente.  

Continua depois da publicidade

A lista dos 11 refrigerantes da Água da Serra inclui os sabores Laranjinha, Laranjinha Zero, Framboesa, Guaraná, Abacaxi, Laranja, Limão, Soda Limonada, Uva, Cola e Água Tônica. Entre as curiosidades que envolvem a Água da Serra está o fato de ela ter sido fundada em Braço do Norte antes dessa localidade ser município.

Leia também

Empresa de SC é líder nacional em sabores de refrigerantes

Guararapes inaugura fábrica de R$ 1 bilhão em Santa Catarina, a maior de MDF das Américas

Santa Catarina lança a Estação Inverno para impulsionar o turismo do frio 

Agro de SC alcança valor de R$ 61 bilhões em 2022 e responde por 64,4% das exportações

Destaques do NSC Total