nsc
nsc

Economia do futuro

Empresas sustentáveis vão liderar valor de mercado, prevê especialista de Portugal

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
09/11/2021 - 17h15
Professor Daneil Traça, de Lisboa, falou sobre inovação no Fórum da Fiesc
Professor Daneil Traça, de Lisboa, falou sobre inovação no Fórum da Fiesc (Foto: Fernando Villadino, Fiesc, Divulgação)

Atualmente, as 10 empresas de maior valor de mercado do mundo são da área de tecnologia, tendo no topo a Apple, seguida pela Amazon e Microsoft. Mas daqui a 10 anos, estarão nesse topo as empresas líderes em sustentabilidade. Esse cenário foi traçado pelo professor Daniel Traça, diretor da Nova School of Business and Economics de Lisboa, em palestra durante o Fórum Radar Reinvenção, que abriu ontem e se encerra hoje, numa iniciativa da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc).

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

Segundo o especialista português, as inovações disruptivas estão muito mais aceleradas atualmente. Para vencer esses desafios, ele avalia que as empresas devem seguir três princípios: estar orientadas por um propósito; capacitar equipes e dar autonomia a todas as pessoas; e buscar a disrupção constante, empoderando as pessoas para terem ideias novas e espaço para crescer internamente.

Para mostrar as mudanças proporcionadas pela aceleração tecnológica, o economista citou como exemplo um caso de inteligência artificial (IA) no Direito. Segundo ele, um grupo de 20 juristas foi convidado a encontrar erros em determinado número de contratos, ao mesmo tempo em que um sistema de inteligência artifical, com experiência de três anos, faria o mesmo. Enquanto os advogados encontraram 85% dos erros em 92 minutos, o sistema tecnológico encontrou 94% dos erros em 25 segundos.

- Todo o progresso dos últimos 150 aos tem a ver com tecnologia, começando pela máquina a vapor, depois a eletricidade e por aí afora. O que nós sabemos é que a tecnologia está muito mais disruptiva do que no passado – observou Traça.

Segundo ele, atualmente o setor de tecnologia conta com capital ilimitado, talento ilimitado porque atrai profissionais do mundo todo e tem também mercado ilimitado porque é muito mais fácil vender em diversos países. Esse é um cenário que empresas precisam considerar nas suas decisões.

Leia também

Fiesc lança escola de negócios em fórum sobre reinvenção da indústria

Fiesc debate reinvenção da indústria com nomes fortes de SC, Brasil e exterior

Startup SC lança plataforma de venda por WhatsApp com inteligência artificial

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas