nsc
nsc

Manutenção

Contrato para tapar buracos da BR-470 vai consumir até R$ 30 milhões em dois anos

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
26/07/2021 - 10h20 - Atualizada em: 27/07/2021 - 06h08
Contrato de manutenção inclui o trecho entre Ascurra (foto) e o acesso a Otacílio Costa
Contrato de manutenção inclui o trecho entre Ascurra (foto) e o acesso a Otacílio Costa (Foto: Patrick Rodrigues)

O aguardado contrato com uma empresa para tapar os buracos da BR-470, no Vale do Itajaí, deve consumir cerca de R$ 30 milhões em dois anos de manutenção. Conforme o edital do pregão marcado para 4 de agosto, o asfalto receberá melhorias entre o fim da duplicação, em Ascurra, e o acesso a Otacílio Costa, um trecho de 126 quilômetros. A buraqueira na estrada federal vem gerando protestos, inclusive na forma de música.

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

Pelo edital lançado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), o contrato inclui roçada, tapa-buracos, remendos técnicos, reparos profundos e correção de defeitos; pintura com cal de sarjetas e meios-fios, remoção de lixo e recomposição da drenagem. Não se trata de uma reforma da pista, mas de “manutenção e conservação”.

Como o pregão é por menor preço, as empresas devem apresentar propostas até o valor máximo de R$ 30 milhões. Ou seja, é possível que o governo precise desembolsar menos do que o estimado no edital.

O trecho da BR-470 não contemplado pelas obras de duplicação começa no Km 73,2, em Ascurra. Dali até o Alto Vale do Itajaí os motoristas precisam trafegar devagar para escapar das crateras. É comum observar veículos desviando para o acostamento, ou até pela pista contrária. Em junho, reclamações de condutores que ficaram pelo caminho com pneus furados tomaram as redes sociais. Um deles foi o deputado Ismael dos Santos (PSD), que precisou ter o carro guinchado.

A situação levou o músico e morador de Ibirama Zé Barth a criar uma canção para cobrar uma solução do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Dias depois, em visita a Florianópolis, o próprio ministro comentou a iniciativa, que viralizou na internet.

A previsão do DNIT é iniciar obras emergenciais ainda no segundo semestre de 2021.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp.

Leia também

Trajetória de Rayssa Leal até as Olimpíadas teve momento decisivo em Blumenau

Encontros em churrascaria colocam Blumenau no menu das Eleições 2022

Parede em arcos da Rua São Paulo, em Blumenau, pode mudar de endereço

Torre da Catedral de Blumenau: curiosidades sobre a construção de um símbolo

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas