nsc
nsc

Patrimônio histórico

Parede em arcos da Rua São Paulo, em Blumenau, pode mudar de endereço

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
24/07/2021 - 09h41 - Atualizada em: 28/07/2021 - 10h46
Laudo estrutural avaliará se o paredão ainda pode ser recuperado
Laudo estrutural avaliará se o paredão ainda pode ser recuperado (Foto: Patrick Rodrigues)

Se não puder derrubar a parede em arcos da antiga fábrica de chapéus Nelsa, na Rua São Paulo, o proprietário do imóvel propôs ao município mudar a estrutura de lugar — a definir para onde. Ele já sinalizou a intenção à Secretaria de Planejamento de Blumenau. Um espaço de gastronomia e compras está projetado para substituir o imóvel destruído por um incêndio em 2019.

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

A parede que restou em pé tem problemas. O empreendedor pediu permissão para destrui-la, mas o Conselho de Planejamento Urbano decidiu bancar um laudo estrutural para checar se é mesmo inviável recuperá-la. Considerada de valor histórico, a construção data da década de 1940 e foi desenhada pelo arquiteto alemão Simão Gramlich.

> Loja da Havan no Centro Histórico será avaliada novamente por conselho.

O projeto do centro comercial ainda não foi aprovado pelo Conselho do Patrimônio Cultural Edificado. Conselheiros opinaram que o projeto não tem relação com o paredão antigo, mas a votação não chegou a ocorrer. Agora, será preciso aguardar um desfecho sobre a manutenção da construção no local.

A coluna procurou o escritório de arquitetura responsável pelo projeto, mas não recebeu retorno. O proprietário do imóvel não foi encontrado.

Endereço para onde iria a construção ainda não foi definido
Endereço para onde iria a construção ainda não foi definido
(Foto: )

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp.

Leia também

Blumenau planeja empréstimo de R$ 320 milhões junto ao Fonplata para obras

Torre da Catedral de Blumenau: curiosidades sobre a construção de um símbolo

Oktoberfest Blumenau deve ser cancelada em 2021, indica parecer da Saúde

Jorginho Mello pôs um bode na duplicação da BR-470 e ninguém sabe como tirar

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas