nsc
    nsc

    Aplausos não bastam

    Coronavírus afasta quase 170 médicos e enfermeiros dos hospitais de Blumenau

    Compartilhe

    Evandro
    Por Evandro de Assis
    23/07/2020 - 11h32 - Atualizada em: 23/07/2020 - 15h26
    Associação de Amigos do Santa Isabel fez apelo à população
    Associação de Amigos do Santa Isabel fez apelo à população (Foto: Patrick Rodrigues)

    Ao menos 16 médicos e 153 profissionais de outras especialidades da saúde estão afastados do trabalho em hospitais de Blumenau, nesta quinta-feira (23), por suspeita ou confirmação de Covid-19. As baixas desafiam equipes sacrificadas pela lotação nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) devido à pandemia.

    > Clique aqui para receber as últimas notícias de Blumenau e região pelo Whatsapp.

    No Santo Antônio, 57 dos 441 profissionais de enfermagem têm suspeita ou confirmação de Covid-19. Isso representa 13% da força de trabalho. Outros 31 funcionários da hotelaria, copa, cozinha, farmácia e administração tiveram de licenciar-se. Nenhum médico está contaminado.

    O Hospital Santa Catarina tem 10 médicos afastados, além de 28 profissionais de outras áreas da saúde e 24 colaboradores dos demais setores. A instituição não especificou quantos destes são profissionais de saúde.

    No Santa Isabel são 68 afastados na enfermagem e seis médicos. Os números foram divulgados pela Associação dos Amigos do Hospital (Amabel) em um longo e dramático apelo à população. O texto defende medidas de isolamento para conter a transmissão do coronavírus:

    “Agora não se trata de escolher entre o controle da doença ou a manutenção da atividade econômica. Agora se trata de SALVAR VIDAS”.

    Sobre os trabalhadores doentes, diz que “em atitude heróica, não abandonaram o atendimento daqueles que diariamente dão entrada nos hospitais, contaminados pela Covid-19”.

    Um dos seis médicos internados está na UTI. Também há profissionais de enfermagem em tratamento intensivo, mas a Amabel não precisou o número.

    Nos últimos dias, médicos blumenauenses têm recorrido às redes sociais para defender o isolamento social e pedir apoio à população nas medidas preventivas contra o coronavírus. 

    No interior dos hospitais, sofrem os atendidos e também os que atendem. Ali não há margem para negacionismo.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas