nsc
    nsc

    Propaganda antecipada

    Justiça ordena retirada de perfil no Facebook e grupo de Whatsapp que criticavam Hildebrandt

    Compartilhe

    Evandro
    Por Evandro de Assis
    15/09/2020 - 05h00
    Sátiras em vídeos e montagens foram consideradas propaganda negativa antecipada
    Sátiras em vídeos e montagens foram consideradas propaganda negativa antecipada (Foto: Reprodução)

    A Justiça Eleitoral mandou o Facebook tirar do ar um perfil e um grupo de Whatsapp que promoviam campanha eleitoral negativa antecipada atacando o prefeito Mário Hildebrandt (Podemos), candidato a um segundo mandato nas Eleições 2020.

    > Quer receber as notícias de Blumenau e região via Whatsapp? Clique aqui e entre no grupo do Santa.

    O perfil anônimo, denominado Halley MX, fazia sátiras e post contumazes contra Hildebrandt no Facebook, usando vídeos e montagens. No Whatsapp, um grupo chamado "Fora Mário da prefeitura" distribuía conteúdos contra a reeleição do prefeito. O Facebook tem 24 horas para remover os conteúdos da internet.

    "As publicações do representado não se restringem à mera manifestação e ao posicionamento pessoal sobre questões políticas, transbordando os limites da liberdade de expressão e de manifestação do pensamento", avaliou a juíza eleitoral Cíntia Gonçalves Costi.

    Em caso semelhante e pelo mesmo motivo, a mesma juíza decidiu, em agosto, retirar do ar os perfis chamados Capivara Linguaruda do Facebook e do Instagram. Eles faziam campanha negativa antecipada contra o candidato João Paulo Kleinübing (DEM). Naquele caso, por ordem da Justiça, o Facebook também revelou a identidade do autor, um assessor do gabinete do deputado estadual Ricardo Alba (PSL), que também concorrerá à prefeitura neste ano.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas