nsc
nsc

POR BAIXO DA PONTE

O que mudaria no Centro de Blumenau com a construção de uma avenida na beira do rio

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
12/08/2021 - 10h01
Pista dupla passaria na altura onde hoje existem placas de cimento
Pista dupla passaria na altura onde hoje existem placas de cimento (Foto: Patrick Rodrigues)

Duas pistas extras para a Beira-Rio e o fim do semáforo na saída da ponte Adolfo Konder. Seriam essas as vantagens da construção de uma avenida planejada para a margem do rio Itajaí-Açu, no Centro de Blumenau, bem no meio do talude. A prefeitura contratará um projeto para analisar a viabilidade da obra, que mudaria a paisagem e a dinâmica do trânsito.

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

O corredor de ônibus e a pista à direita da Beira-Rio virariam na direção do Itajaí-Açu logo após a Rua Rodolfo Freygang, descendo repentinamente e passando por baixo da ponte recém-duplicada. Seriam 340 metros de pista dupla, com 10 metros de largura, provavelmente apoiada numa estrutura de concreto, como uma ponte rente à margem. A subida à esquerda terminaria em frente ao antigo Shopping Beira-Rio, onde o tráfego escoaria da mesma forma como é hoje.

Na saída da ponte Adolfo Konder, teriam prioridade os veículos que vêm da Ponta Aguda, com duas pistas livres à direita — o semáforo para pedestres permaneceria. Só a faixa mais à esquerda da Beira-Rio permitiria seguir em frente e serviria aos motoristas que dobram à esquerda na José Ferreira da Silva, rumo à Rua XV de Novembro. Organizar o fluxo nessa intersecção é o principal objetivo de todo o projeto, segundo o diretor-geral da Secretaria de Obras, Dirk Reiter.

O estudo prévio a ser contratado avaliará benefícios ao tráfego, condições geológicas do talude da Beira-Rio, que é um aterro, como resolver os conflitos com as calçadas e ciclovias na entrada e na saída das pistas extras, e a hidrologia do Itajaí-Açu.

A nova avenida ficaria no meio do talude, onde hoje há placas de cimento. Em períodos de cheia, a via teria de ser interditada. Reiter compara com as marginais do Itajaí-Mirim em Brusque, onde funciona da mesma forma.

— Acho que vai funcionar, mas o projeto precisa ser bem detalhado e destrinchado — avalia o diretor.

Pistas novas (em amarelo) voltariam à Beira-Rio após a Rua José Ferreira da Silva
Pistas novas (em amarelo) voltariam à Beira-Rio após a Rua José Ferreira da Silva
(Foto: )

A prefeitura ainda não tem orçamento para a obra. Considerando apenas o custo médio por metro quadrado, seriam pelo menos R$ 15 milhões, quase o dobro do que foi investido na duplicação da ponte, R$ 8 milhões.

— Pode parecer um pouco ousado, mas isso não é uma novidade, é algo comum na Europa. Blumenau não é mais uma cidade pequena, temos que pensar em soluções maiores — defende o secretário de Obras, Michael Maiochi.

O secretário afirma que o uso do talude da Beira-Rio para o tráfego de veículos já está previsto no Plano Diretor de Blumenau.

Comentário

Fazer andar o trânsito da Beira-Rio é essencial para o desenvolvimento da cidade, mas uma hora o espaço acaba. A ponte foi duplicada, construíram outra no Centro Histórico e agora avança o plano de pistas extras para veículos.

O debate pouco racional sobre onde deveria ser construída uma nova ponte no Centro de Blumenau escanteou, por duas décadas, o principal desafio da mobilidade municipal: tirar carros da Beira-Rio, da Rua 7 de Setembro e da Rua XV. Isso será possível com conexões entre os bairros, em especial um túnel entre Garcia e Velha.

Diz-se que custaria R$ 300 milhões. Se nunca for prioridade, logo teremos gasto o equivalente em obras paliativas.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp.

Leia também

Blumenau anuncia empréstimo de R$ 160 milhões para obras; veja quais estão no pacote

Novo decreto em SC impõe medidas contra a Covid-19 em escolas e universidades

Voto impresso tirou das cordas um presidente fraco; era o que Bolsonaro precisava

Condomínio de Blumenau instala biblioteca e museu no saguão

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas