Em mais um protesto contra o mau estado da BR-470, alguém pichou esta placa no bairro Badenfurt, em Blumenau, com uma cobrança ao ministro — provavelmente o da Infraestrutura, Marcelo Sampaio. A bronca é justa, especialmente naquele trecho onde não se dirige sem solavancos, mas peca na mídia escolhida e no alvo. Por que só um ministro inominado, e que acabou de assumir, é culpado pela buraqueira?

Continua depois da publicidade

​> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

Em dezembro, quando o agora ex-ministro Tarcísio Freitas disse que havia “recursos sobrando” para duplicar a BR-470 não faltaram políticos catarinenses aplaudindo. A desculpa para cortar R$ 25 milhões das obras era redirecioná-los justamente à manutenção. Puro engodo. O dinheiro poderia ser gasto em qualquer rodovia do Sul do Brasil.

A buraqueira da BR-470, que só não está pior porque parou de chover, é também responsabilidade de quem ajudou a justificar mais um desrespeito com Santa Catarina. Estes também devem explicações.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp. Basta clicar aqui.

Continua depois da publicidade

Leia também

Hildebrandt ensaia nova parceria com Napoleão em Blumenau quatro anos depois

Tinta em teste na Rua XV pode colorir outras ruas de Blumenau

Kleinübing retorna da Inglaterra e gera especulações sobre futuro político

Timbó busca empresa para construir portal turístico “futurista”

Destaques do NSC Total